Descrição de chapéu Copa Libertadores 2020

Conmebol agenda volta da Libertadores para 15 de setembro

Interrompida pela pandemia, competição deverá se estender até janeiro de 2021

São Paulo

A Conmebol (confederação sul-americana de futebol) definiu, em reunião por videoconferência realizada nesta sexta-feira (10), a volta da Copa Libertadores em setembro. Ainda há, no entanto, uma série de obstáculos para que o plano seja concretizado.

A pandemia do novo coronavírus, que interrompeu a disputa em março, impôs restrições de movimentação de pessoas entre países. A Argentina, por exemplo, tem colocado limites duros, o que complicaria a chegada e a saída de delegações esportivas.

Ainda assim, ficou neste momento estabelecido o retorno da Libertadores no dia 15 de setembro. Pelo cronograma desenhado, a final da competição ocorreria apenas em janeiro –e já não é certo que o jogo derradeiro será no Maracanã, como estava anteriormente decidido.

A competição foi paralisada pela pandemia após duas rodadas da fase de grupos. Restam, portanto, 11 datas para a conclusão: quatro na fase de grupos, duas para as oitavas de final, duas para as quartas de final, duas para as semifinais e uma para a final.

Estão envolvidos no torneio os seguintes times brasileiros: Flamengo, Palmeiras, Athletico, São Paulo, Grêmio, Internacional e Santos.

A reunião desta sexta estipulou também uma data para a retomada da Copa Sul-Americana: 27 de outubro. No caso dessa competição, faltam nove datas para a conclusão. O Bahia e o Vasco estão vivos na disputa.

Já a previsão de início das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 foi adiada de setembro para outubro.

Éverton Ribeiro celebra gol do Flamengo antes da interrupção - AFP
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.