Descrição de chapéu Campeonato Paulista 2020

Após ofensa racista contra Marinho, comentarista é demitido por rádio

Fábio Benedetti disse na semana passada que atacante santista 'estava na senzala'

São Paulo

A Energia 97FM demitiu o comentarista Fábio Benedetti, conhecido como Chef Benedetti, após uma fala racista dele contra o atacante Marinho, do Santos, durante jogo contra a Ponte Preta, na última quinta (30), pelas quartas de final do Paulista.

No sábado (1º), a emissora havia pedido desculpas a Marinho e dito que ainda não definira o futuro do profissional na rádio. "A Energia 97FM repudia severamente as palavras proferidas e vem por meio deste deixar explícito que não compactua com nenhum tipo de injúria racial. Decidimos afastar o comentarista e já estamos em contato com ele para decidirmos como serão conduzidos os próximos passos."

Nesta segunda, o apresentador do programa Estádio 97, conhecido como Sombra, afirmou no ar que Benedetti não faz mais parte da equipe.

Na semana passada, o chef de cozinha e integrante da equipe do programa foi questionado sobre o que falaria para Marinho após ele ter sido expulso na partida que eliminou o Santos no Paulista. "Eu vou falar assim: 'Você é burro, você está na senzala, você vai sair do grupo uma semana para pensar sobre o que você fez'", afirmou o comentarista.

O atacante publicou um vídeo no dia seguinte em que chora ao comentar a ofensa.

"Quando acontece com a gente, a gente sente mais. Por isso brigo pela causa, porque quando passamos na pele é horrível. E não podemos deixar isso passar. Eu sei quem eu sou, sei o valor que tenho. E aí, eu fico pensando, porque antigamente eu não tinha voz ativa, aí passavam despercebidas todas essas coisas [...] E a justiça não pune esses caras preconceituosos, vermes."

Marinho foi expulso ainda no primeiro tempo da derrota do Santos para a Ponte Preta nesta quinta (30), pelas quartas de final do Campeonato Paulista. O atacante fez o gol que deu a vantagem para sua equipe. Mas, após ficar com um a mais em campo, a Ponte virou o placar e venceu por 3 a 1.

O jogador também escreveu um texto para falar sobre a postura do comentarista.

"Eu te perdoo e perdoei por mensagem no insta, porém o tom de deboche ao falar que eu tinha que ir pra senzala não pegou bem. Tenho orgulho da minha cor, orgulho de onde vim, você é pai e ensine teus filhos a ser diferente de você em pensamento! Quero que você se retrate e que isso não se repita nunca mais, nem comigo nem com ninguém! Eu luto pela causa! Contra preconceito e qualquer outro tipo de descriminação, seja ela racial ou não!", escreveu Marinho em uma postagem de foto em que está ao lado da filha Alicia, 4.

Em suas redes sociais, Benedetti disse que está completamente arrependido e que jamais poderia ter usado a palavra "senzala". Durante a transmissão do jogo, ele já havia pedido desculpas pelo termo.

"Já entrei em contato com o Marinho para me desculpar e gostaria de tornar público o meu arrependimento", escreveu.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.