Descrição de chapéu Campeonato Paulista 2020

PM se reúne com torcidas de Palmeiras e Corinthians para evitar aglomeração

Em nota, Gaviões da Fiel pede que corintianos fiquem em casa durante o clássico

São Paulo

O 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar se reuniu com lideranças das torcidas de Corinthians e Palmeiras para tratar do clássico que será realizado nesta quarta-feira (22), na arena alvinegra em Itaquera.

Embora a volta do Campeonato Paulista, após a paralisação de quatro meses diante da pandemia de Covid-19, não tenha a presença de público, as autoridades estão preocupadas com reuniões e aglomerações de torcedores para assistir ao duelo, que será transmitido pela Globo às 21h30.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirma, em nota enviada à Folha, que intensificará o policiamento nas imediações dos estádios e também bares e restaurantes durante as partidas.

A polícia informou aos corintianos e palmeirenses que fará ronda nas regiões próximas dos estádios e das sedes das organizadas. Fiscais da Prefeitura de São Paulo farão o mesmo trabalho. Caso as medidas sanitárias sejam descumpridas, os locais poderão ser interditados.

Em nota, a Gaviões da Fiel, principal organizada do Corinthians, pede que seus membros permaneçam em casa. “Fica proibida a reunião nas sedes, subsedes e pontos de encontros”, diz a nota. “Fica proibida a concentração de torcedores em frente ao centro de treinamento, hotel e Arena Corinthians.”

Em levantamento interno, a Gaviões considera que 16 associados morreram por complicações causadas pelo coronavírus. A torcida reúne 117 mil membros.

André Guerra, presidente da Mancha, a principal organizada do Palmeiras, também esteve no encontro com a PM e concorda com as restrições.

“A gente entende que nem deveria ter o futebol nessa pandemia e sem a torcida. O time entra em campo para representar um povo, e não estaremos lá. Não faz sentido”, afirma.

Não há até o momento discussão sobre a possibilidade de o torcedor poder voltar ao estádio em São Paulo. No anuncio da retomada do Campeonato Paulista, feito pelo governador João Doria (PSDB) no último dia 8, o médico e chefe do centro de contingência da Covid em São Paulo, João Gabbardo, afirmou que isso só deverá ser autorizado mediante tratamento eficaz ou vacina para o coronavírus.

“Temos que nos cuidar, rezar para esse vírus ir embora logo ou vir a vacina para voltarmos ao estádio", diz Guerra.

O Campeonato Paulista retornará nesta quarta-feira (22) amparado em um protocolo de medidas sanitárias que deverão ser colocadas em prática para reduzir a chance de contágio dos envolvidos na logística de um dia de jogo.

Arena Corinthians recebe clássico sem a presença de público - Gabriel Cabral/Folhapress

O documento, elaborado pelo departamento de competições da FPF (Federação Paulista de Futebol), proíbe a presença de público e da maior parte da imprensa. Somente a Globo, detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Paulista, terá acesso às dependências internas dos estádios para a realização da cobertura jornalística.

Além da TV aberta, a emissora transmitirá jogos também no SporTV (TV fechada), no GloboEsporte.com (internet) e no Premiere (pay-per-view).

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.