Roland Garros diz que terá até 60% de público na edição deste ano

Grand Slam foi adiado em razão da pandemia, mas tem planos de receber espectadores

São Paulo

Roland Garros receberá até 20 mil espectadores em seu complexo nos primeiros dias do torneio deste ano, reprogramado para ocorrer de 27 de setembro a 11 de outubro em razão da pandemia de Covid-19.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (2) pela organização do evento francês, um dos quatro mais importantes do calendário profissional do tênis.

Segundo a federação francesa, o local poderá abrigar até 60% dos seus espectadores habituais. Nas rodadas finais, portanto, o limite cairá de 20 mil para 10 mil presentes. Os ingressos serão colocados à venda a partir de 9 de julho.

Público assiste a jogo de Roland Garros em 2018
Público assiste a jogo de Roland Garros em 2018 - Charles Platiau - 6.jun.18/Reuters

Nas três principais quadras (Philippe-Chatrier, Suzanne-Lenglen y Simonne-Mathieu) do complexo, poderão se sentar uma pessoa ao lado da outra em grupos de até quatro pessoas. Cada grupo será separado do outro por um assento vazio. O uso de máscara será obrigatório.

"Se a evolução sanitária for favorável, entradas adicionais serão postas à venda em setembro", afirmou Bernard Giudicelli, presidente da federação francesa.

O circuito profissional tem seu retorno previsto para o meio de agosto. A partir do dia 31 será disputado o US Open, em Nova York, com portões fechados para o público e uma série de cuidados sanitários.

O tênis viveu dias tensos relacionados à pandemia após a realização do Adria Tour, evento beneficente promovido por Novak Djokovic na Sérvia e na Croácia que não teve medidas para prevenir o contágio do coronavírus. A presença de público foi liberada, mesmo sem máscara, e houve vários momentos de aglomeração.

Na semana passada, o número 1 do mundo afirmou estar com a Covid-19, o que intesificou críticas que ele já vinha sofrendo por ter bancado seu torneio sem a proteção adequada. Nesta quinta, Djokovic informou que os novos exames dele e de sua esposa, Jelena, deram negativo para a doença.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.