Descrição de chapéu Futebol Internacional

Argentinos compartilham esperança, memes e fake news sobre Messi

Desejo do craque de sair do Barcelona mobiliza noticiário do país e motiva carreata

Buenos Aires

Com um buzinaço e uma carreata nesta quinta-feira (27), os torcedores do Newell's Old Boys, time em que Lionel Messi começou sua trajetória na base, desfilaram por Rosario, cidade-natal do astro, pedindo que ele volte a seu clube de origem agora que pretende deixar o Barcelona.

Os que convocaram o evento pela internet assim o descreveram: "caravana em carro, nosso sonho, nossa ilusão". As palavras estão inscritas sobre uma foto de Messi quando garoto, usando uma camiseta do clube.

Por conta da pandemia do coronavírus, a rota foi feita dessa forma e terminou no Monumento à Bandeira, o principal da cidade, onde há alguns dias já estão faixas do Newell's com pedidos do retorno de Messi.

Torcedores do Newells Old Boys fazem manifestação para pedir a vinda de Lionel Messi para o clube de Rosario.
Torcedores do Newells Old Boys fazem manifestação para pedir a vinda de Lionel Messi para o clube de Rosario. - Juan Mabromata/AFP

Gonzalo Azurza, um dos organizadores do evento, explicou: "sabemos que é difícil que ele volte agora ao Newell's, mas é uma possibilidade. O mais difícil era que ele saísse do Barcelona, e isso parece que já é um fato consumado".

Apesar de saberem que se trata de uma possibilidade distante, assim que se soube, na Argentina, da intenção do jogador de deixar o Barcelona, torcedores de vários times do país também começaram a sonhar com essa possibilidade.

Torcedores do Newells Old Boys fazem aglomeração em frente ao Monumento à Bandeira, em Rosario, na Argentina, para pedir que Messi feche com o clube
Torcedores do Newells Old Boys fazem aglomeração em frente ao Monumento à Bandeira, em Rosario, na Argentina, para pedir que Messi feche com o clube - Juan Mabromata/AFP

Montagens de Messi usando camisetas do River Plate, do Racing, do San Lorenzo, do Boca Juniors e do Banfield, entre outros, encheram as redes sociais.

O comediante Sebastián Wainraich, da série "Quase Feliz" (Netflix) e torcedor fanático do Atlanta, até postou um pedido a Messi, enumerando as vantagens que ele teria se aceitasse jogar no clube: "temos estações de trem e de metrô perto, também ótimos colégios e salas de teatro, pizzarias e bares hipster. O clube ainda tem piscina, para você, Anto (Antonella, a mulher do jogador) e os garotos".

Lionel Messi na capa dos jornais argentinos de quarta (26)
Lionel Messi na capa dos jornais argentinos de quarta (26) - Ronaldo Schemidt/AFP

As colunas de opinião dos comentaristas esportivos argentinos também quase que só trataram desse assunto nos últimos dias. Sergio Maffei, cronista do jornal Olé, apontou para o fato de que uma desilusão com o Barça poderia significar que Messi colocaria mais empenho na seleção, uma vez que o craque sempre foi criticado na Argentina por jogar melhor na Espanha do que com a camiseta branca e celeste.

"Longe da Catalunha, talvez agora sim a seleção possa ser, finalmente, o melhor lugar do mundo para Messi", argumenta o seu texto.

Outro famoso cronista argentino, Martín Caparrós foi mais duro com o ídolo, criticando o modo como ele decidiu deixar o clube: "Cuidaram de você quando era pequeno e não crescia, o trataram bem, o transformaram no melhor do mundo, o encheram de dinheiro. Agora que estão num momento difícil, aguente um pouco mais e termine sua carreira de modo elegante", afirmou.

Enquanto isso, nos últimos dias, os memes divertiram as redes sociais. Entre eles, um que mostra os personagens de "De Volta para o Futuro" (1985) conversando: "O que aconteceria se Messi fosse jogar na Juventus com Cristiano?". O outro responde: "Isso criaria um paradoxo temporal, produziria uma reação em cadeia que seguramente desarticularia o espaço-tempo e destruiria o universo".

Outro mostra um desfile de concurso de beleza masculino, com modelos jovens e em forma. No meio deles, um senhor barrigudo e mais idoso. E as palavras: "Assim se apresentam os clubes argentinos diante dos europeus em sua pretensão de ter Messi jogando aqui".

Tantas piadas acabaram causando também um erro jornalístico. Uma gravação de áudio de um imitador de Messi começou a circular em grupos de WhatsApp. Nela, o Messi fake diz: "Tomei a decisão com Antonela de ir embora do Barça. Me dói na alma, mas é assim. Se acabou um ciclo. Vou falar com Pep (Guardiola) para que possa organizar a ida para o City. Lá o futebol é espetacular e se adapta ao que eu quero".

Um dos principais jornais argentinos, o La Nacion, considerou que a gravação era verdadeira. E manchetou em sua home: "Messi decidiu continuar sua carreira no Manchester City - LA NACION teve acesso a uma confissão do jogador".

Logo vieram as reclamações. O pai de Messi comunicou ao jornal que a gravação era falsa. A publicação mudou o texto e a manchete, suavizando o título e afirmando que sua fonte era "uma pessoa próxima a Messi", não a gravação.

A explicação ficou mal-amarrada, pois o texto colocava entre aspas a "confissão" de Messi, e seu conteúdo era exatamente o que fora dito pelo imitador.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.