Brenner faz nos acréscimos e dá vitória para o São Paulo sobre o Corinthians

Duelo no Morumbi teve também gols de Hernanes e Ramiro em falhas de Cássio e Volpi

São Paulo

O São Paulo contou com o ímpeto de dois de seus jovens jogadores, Toró, 21, e Brenner, 20, além de uma falha do experiente goleiro Cássio, do Corinthians, para vencer o duelo disputado na manhã deste domingo (30), sob um forte calor no Morumbi, por 2 a 1.

O placar foi definido já nos acréscimos do segundo tempo, quando o camisa 18 do time tricolor fez uma jogada individual na lateral esquerda e cruzou na cabeça de Brenner, que nem precisou saltar para testar para a rede.

Brenner comemora gol pelo São Paulo em clássico contra o Corinthians
Brenner comemora gol pelo São Paulo em clássico contra o Corinthians - Rubens Chiri / Saopaulofc.net

Até então, o duelo caminhava para um empate, já que Hernanes havia aberto o placar na etapa inicial, em uma cobrança de falta finalizando no meio do gol, surpreendendo Cássio. Ramiro deixou tudo igual após falha de Tiago Volpi, ainda nos 45 minutos iniciais.

Depois do intervalo, o rendimento das duas equipes foi bastante prejudicado devido ao calor de quase 30°C durante toda a partida, que começou às 11h. Nem as duas pausas técnicas promovidas pela arbitragem foram suficientes para que o jogo mantivesse o mesmo ritmo de seu início, bem mais movimentado.

Para driblar o desgaste dos jogadores e buscar a vitória, os treinadores promoveram várias mudanças. Do lado do São Paulo, a entrada de Brenner no lugar de Paulinho Boia acabou sendo determinante para o resultado.

Revelado nas categorias de base do time do Morumbi, o camisa 30 voltou ao clube no início da temporada após um período de empréstimo ao Fluminense.

Neste retorno, ele só teve uma chance como titular, contra o Guarani, ainda pelo Campeonato Paulista. No Campeonato Brasileiro, ele nem sequer havia estreado ainda. O gol no clássico, contudo, foi o segundo dele no ano –já havia marcado contra o Novorizontino, no Estadual.

Enquanto era jogador da base do São Paulo, o atacante era apontado como uma joia com futuro promissor. Ele chegou ao profissional promovido por Rogério Ceni, em 2017.

Em suas duas primeiras temporadas pelo clube antes de ser emprestado, ele anotou quatro gols, sendo dois deles contra o Corinthians. Neste domingo, alcançou o terceiro contra o rival.

"Pela terceira vez marco contra o Corinthians. Fico feliz, mas eu devo meu gol ao preparador físico Pedrão. Me motivou quando não estava sendo relacionado. Recebi muitos abraços dos jogadores. Dedico a eles também", disse Brenner após o clássico.

A estrela do jogador são-paulino diante dos corintianos deixou a situação do técnico Fernando Diniz mais confortável. Pressionado pela torcida após a eliminação para o Mirassol nas quartas de final do Estadual, o treinador agora vê sua equipe na vice-liderança do Campeonato Brasileiro.

O São Paulo soma 13 pontos, dois a menos do que o líder Internacional. Já a posição do Corinthians na tabela, em 13º, com cinco pontos, mesmo com um jogo a menos, aumenta a pressão sobre Tiago Nunes.

Contratado no começo da temporada para mudar o estilo do Corinthians, que tinha uma identidade defensiva sob comando de Fábio Carille, ele segue com dificuldade para impor seu modelo de jogo.

Além das dificuldades táticas do treinador, jogadores contratados com status de titulares, como Luan, por exemplo, ainda não apresentaram um futebol convincente. Diante do São Paulo, houve a estreia do venezuelano Otero, que teve atuação apenas regular.

No Nacional, o time alvinegro venceu somente um dos cinco jogos que disputou, contra o então lanterna Coritiba, que teve um jogador expulso logo no início.

Diante do São Paulo, também viu ir embora a invencibilidade em clássicos neste ano no primeiro duelo contra um arquirrival no Nacional. No Paulista, a equipe corintiana venceu dois clássicos e empatou três.

Na próxima rodada, o Corinthians vai enfrentar o Goiás, em Goiânia, na quarta-feira (2), enquanto o time do Morumbi vai encarar o Atlético-MG, no Mineirão, na quinta (3).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.