Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Jô evita derrota do Corinthians na arena, e Santos vence fora

Atacante marca nos acréscimos em empate; Felipe Jonatan dá vitória ao time de Cuca

São Paulo

Nome mais importante e artilheiro do Corinhians, Jô evitou que a equipe saísse derrotada na estreia dos naming rights do seu estádio, na noite deste sábado (5).

Ele anotou aos 48 minutos do segundo tempo para empatar em 2 a 2 um jogo em que o Botafogo foi melhor e dominou quase o tempo todo. A partida foi válida pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Atacante Jô e o goleiro Gatito Fernández brigam pela bola na pequena área - Amanda Perobelli 5.set.2020/Reuters

Foi o primeiro confronto do Corinthians em seu estádio desde que este passou a se chamar Neo Química Arena. O acordo foi anunciado no último dia 1º. Para rebatizá-lo, a empresa vai pagar R$ 300 milhões parcelados em 20 anos.

Mais uma vez o VAR foi personagem importante. Os botafoguenses reclamaram da marcação de pênalti para o rival. Na etapa final, após consultar o vídeo, o árbitro Rafael Traci viu falta de Jô em Benevuto e anulou o gol de Otero para o Corinthians quando os cariocas venciam por 2 a 1.

A equipe paulista mostrou mais dos problemas apresentados em jogos anteriores. Teve lentidão nas ações ofensivas. Mas conseguiu abrir o marcador quando o juiz viu pênalti de Benevenuto sobre Gustavo Mosquito aos 11 minutos. Fagner converteu.

O Botafogo foi melhor durante a maior parte da partida. Errou no último toque ou na finalização. Quem acertou foi Bruno Nazário aos 21, em cobrança de falta.

Para tentar dar mais força ofensiva, Tiago Nunes colocou em campo Otero e Mateus Vital no 2º tempo. Isso fez com que o Corinthians melhorasse em campo e tivesse opções de jogadas. Não por acaso o time conseguiu seu primeiro lance trabalhado após entrada da dupla. Jô acertou a trave.

O Botafogo ameaçava mesmo assim porque possuía a velocidade que faltava aos donos da casa. Honda teve chance de finalizar na área, em lance irregular (estava impedido), mas que mostrava a facilidade para chegar à área corintiana. Os espaços foram aproveitados por Kalou para fazer o segundo gol do Botafogo, o primeiro do marfinense pelo clube.

Como último recurso, a cinco minutos do fim, Tiago Nunes colocou o argentino Boselli para atuar ao lado de Jô e ter mais presença de área. Mas o problema não era ter jogadores como referências ofensivas e sim fazer com que a bola chegasse a eles. Quando trocou passes e construiu um lance de linha de fundo, Jô concluiu e evitou a derrota.

O resultado fez com que o Corinthians chegasse aos 11 pontos. Se tivesse vencido e atingisse os 13, entraria na zona de classificação para a Libertadores. Na quinta (10), faz o clássico contra o Palmeiras, também em casa.

Santos vence em jogo com cinco jogadores expulsos

Com um gol de Felipe Jonatan, o Santos voltou a vencer no Brasileiro depois de três rodadas. Ele anotou com um chute de fora da área aos 9 minutos do 1º tempo e decretou o placar de 1 a 0 sobre o Ceará, em Fortaleza.

A equipe paulista vinha de sequência de duas derrotas (Palmeiras e Flamengo) e um empate (Vasco).

O Ceará criou mais chances para marcar, mas esbarrou nas defesas do goleiro João Paulo ou na trave. O Santos apostou no contra-ataque, principalmente no segundo tempo, com a velocidade de Marinho.

A partida ficou tumultuada nos 10 minutos finais. Foram quatro jogadores expulsos por lances violentos e um por reclamação. O Santos perdeu Luan Peres e Alison. Samuel Xavier e Bruno Pacheco, do Ceará, receberam vermelhos por agressões ou faltas cometidas em campo.

Depois do apito final, quando as equipes iam para os vestiários, Leandro Carvalho, da equipe nordestina, foi expulso por reclamação.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.