Com Diniz pressionado, São Paulo enfrenta Atlético-GO pelo Brasileiro

De olho na vice-liderança do Nacional, Palmeiras encara o Botafogo

São Paulo

Cada resultado ruim do São Paulo aumenta a pressão sobre Fernando Diniz. A situação do técnico poderá ficar insustentável caso o time não consiga vencer o Atlético-GO nesta quarta (7), às 20h30 (transmissão do Premiere), no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

Desde a queda precoce nas quartas de final do Campeonato Paulista, diante do Mirassol, passando pela eliminação na Libertadores na última semana, quando a equipe caiu ainda fase de grupos, fato que não acontecia desde 1987, houve vários protestos da torcida cobrando a demissão do treinador.

O técnico Fernando Diniz está ameaçado em seu cargo à frente do São Paulo
O técnico Fernando Diniz está ameaçado em seu cargo à frente do São Paulo - Rodolfo Buhrer - 4.out.20/Reuters

A diretoria são-paulina tem insistido na manutenção do técnico, assim como ele parece se agarrar a suas convicções dentro de campo, com o time apresentando a mesma forma de jogar desde o Estadual.

Cada vez mais pressionado, é possível que o treinador ceda à cobrança da torcida e promova uma série de mudanças no time diante dos goianos, para dar fim a uma série de sete partidas seguidas sem vencer –duas derrotas e cinco empates.

Por enquanto, a única mudança certa é a escalação de um substituto para o atacante Luciano, que vai cumprir suspensão automática. Brenner, Vitor Bueno e Paulinho Boia concorrem à vaga.

Uma reação já era esperada no último domingo (4), após a eliminação na LIbertadores, mas o empate em 1 a 1 com o Coritiba foi apenas mais uma atuação apática e desorganizada da equipe.

São atuações como essa que podem obrigar a diretoria são-paulina a rever seu planejamento. A princípio, a ideia era evitar a mudança no comando do elenco antes da eleição presidencial do clube, marcada para dezembro. Julio Casares e Roberto Natel concorrem à sucessão de Leco, que ao longo de seu mandato (desde outubro de 2015) já contratou nove treinadores.

De olho na vice-liderança, Palmeiras encara o Botafogo

Invicto há 20 jogos, o Palmeiras enfrenta o Botafogo nesta quarta-feira (7), às 21h30, no Engenhão, em busca de uma vitória para tomar do Internacional a segunda posição do Campeonato Brasileiro.

Palmeirenses e colorados estão empatados com 22 pontos, cinco a menos do que o líder Atlético-MG. Em caso de vitória ou mesmo de um empate, o time de Luxemburgo assumirá a vice-liderança, pelo menos de forma momentânea, já que o Inter só jogará na quinta-feira (8), contra o Red Bull Bragantino. O clube alviverde também tem um jogo a menos que o gaúcho.

Sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras já está há 20 jogos invicto
Sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras já está há 20 jogos invicto - Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

Depois de uma série de três empates seguidos, contra Sport, Grêmio e Flamengo, o Palmeiras ganhou do Ceará na última rodada e colou nas primeiras posições.

Diante do Botafogo, a equipe terá quatro importantes desfalques: Weverton e Gabriel Menino, ambos convocados pelo técnico Tite, e Gustavo Gómez e Matías Viña, chamados por Paraguai e Uruguai, respectivamente.

Já Gabriel Veron, recuperado, volta a ser opção para o treinador. O atacante foi ausência nos duelos com o Bolívar (BOL) e o Ceará por causa de uma lesão no tornozelo.​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.