Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Corinthians encara o Ceará por recuperação no Brasileiro

Time precisa melhorar pontuação para não repetir desempenho de ano do rebaixamento

São Paulo

Fora da zona de rebaixamento do Brasileiro apenas em razão dos critérios de desempate, o Corinthians corre risco de terminar o primeiro turno do campeonato com um aproveitamento inferior ao obtido pelo time em 2007, ano em que caiu para a Série B.

Para evitar reviver aquela campanha, o time alvinegro tem de ao menos somar 12 dos 15 pontos que ainda disputará até o fim do turno, a começar pelo duelo contra o Ceará, neste domingo (11), às 20h30, no Castelão, com transmissão do Premiere.

Na sequência, os rivais da equipe dirigida por Coelho serão Athletico, Flamengo, Vasco e Internacional.

O atacante Jô durante treino do Corinthians no CT do Parque Ecológico
O atacante Jô durante treino do Corinthians no CT do Parque Ecológico - Rodrigo Coca - 14.jul.20/Ag. Corinthians

Passadas 14 rodadas, os corintianos somaram somente 35,7% dos pontos que disputaram –15 ao todo– e estão na 15ª posição da tabela, empatados na pontuação com Ceará (14º), Atlético-GO (16º) e Botafogo (17º) —o time carioca figura entre os quatro últimos pois tem menos vitórias.

Não que a vantagem dos paulistas nesse critério seja grande. Enquanto o clube carioca venceu duas vezes, a equipe de São Paulo ganhou três. Em 2007, o time do Parque São Jorge fechou o turno com 26 pontos, um aproveitamento de 45,6%. Naquela edição, venceu seis duelos nas 19 primeiras rodadas.

Fora de casa, como é o caso da partida com o Ceará, o Corinthians ganhou somente um jogo nesta edição do Nacional, contra o Goiás, por 2 a 1, na sétima rodada. Acumula ainda quatro derrotas e dois empates longe de seus domínios.

Na última rodada, equipe alvinegra também empatou em casa, com o Santos, por 1 a 1. A partida foi a quarta seguida sem vitórias no Brasileiro.

Para este confronto de domingo, o técnico Coelho afirmou que promoverá mudanças táticas no time. Em relação à escalação, uma alteração é certa por causa da lesão de Danilo Avelar no clássico da última quarta-feira (7).

O defensor rompeu o ligamento do joelho direito e vai passar por cirurgia. Ele deve ficar oito meses sem poder jogar. Bruno Méndez será o substituto, ao lado de Gil.

De olho nas primeiras posições, Santos encara o Grêmio na Vila

Ainda sem saber se poderá contar com Lucas Veríssimo, Alison e o artilheiro Marinho, o Santos enfrenta o Grêmio neste domingo (11), às 16h (Globo), na Vila Belmiro.

O importante trio, que também desfalcou a equipe santista no clássico com o Corinthians, segue em recuperação de lesões —o atacante sente dores na coxa esquerda, o volante se recupera de uma periostite por sobrecarga na perna canhota, enquanto Lucas Veríssimo tem um edema na panturrilha esquerda.

Depois do empate contra o rival paulista, na última quarta, o Santos caiu da sexta para a sétima posição na tabela do Brasileiro e está fora da zona de classificação para a Libertadores —do primeiro ao sexto lugar. Por isso, mesmo desfigurada, a equipe de Cuca lutará por um bom resultado diante dos gremistas.

O time de Renato Gaúcho, aliás, poderá encostar justamente no Santos em caso de uma vitória. Com 17 pontos, está em 11º, enquanto os paulistas estão em 7º, com 21.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.