Brenner ofusca estreia de Ceni no Flamengo e dá vitória ao São Paulo na Copa do Brasil

Equipe paulista garante vantagem de poder empatar no jogo de volta, no Morumbi

São Paulo

Na estreia de Rogério Ceni pelo Flamengo, Brenner foi quem roubou a cena na importante vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre a equipe carioca nesta quarta-feira (11), no Maracanã, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. O atacante marcou os dois gols do time paulista no confronto.

Enquanto os são-paulinos terão a vantagem de jogar pelo empate no jogo de volta, na próxima quarta-feira (18), às 21h30, no Morumbi, o clube rubro-negro precisará vencer por dois gols de diferença para ficar com a vaga. Se ganhar de um, levará a decisão para os pênaltis.

Brenner comemora gol do São Paulo enquanto Rogério Ceni sai cabisbaixo
Brenner comemora gol do São Paulo enquanto Rogério Ceni sai cabisbaixo - Nayra Halm/Fotoarena/Agência O Globo

Apesar de ter tido apenas um dia para treinar o time, Ceni optou por fazer mudanças na equipe —também porque tinha desfalques devido a convocações para seleções.

A começar pelo gol, posição que ele conhece muito bem e para qual optou pela experiência de Diego Alves, 35, que recuperou a vaga que vinha sendo ocupada pelo jovem Hugo, 21.

Na linha, escalou Vitinho centralizado para fazer a função de um meia que chega como quarto homem na frente, com Michael aberto na esquerda, Bruno Henrique pela direita e Gabriel centralizado. Um esquema que ele costumava adotar no Fortaleza.

Sem a bola, o quarteto pressionava a saída do adversário, o que rendia boas oportunidades, como aos 15 minutos, quando Vitinho deixou Gabriel cara a cara com Volpi, em lance desperdiçado pelo atacante.

A postura se assemelhava à adotada pelo português Jorge Jesus, o antecessor de Domènec Torrent, técnico catalão demitido antes da chegada de Ceni.

Durante mais da metade da etapa inicial, somente o Flamengo finalizou. Aos 26, os cariocas chegaram a ter um gol anulado pelo VAR (árbitro de vídeo), em impedimento de Gabriel.

Rogério Ceni em sua estreia como técnico do Flamengo em jogo contra o São Paulo
Rogério Ceni em sua estreia como técnico do Flamengo em jogo contra o São Paulo - Rudy Trindade/FramePhoto/AG. O Globo

Em outra oportunidade, o camisa 9 também parou nas mãos de Volpi, assim como Bruno Henrique e Vitinho minutos depois.

Apesar de uma etapa inicial pouco produtiva, a equipe paulista saiu na frente do placar, logo no primeiro minuto do segundo tempo, com Brenner. A resposta flamenguista veio aos 3, quando Bruno Henrique passou para Gabriel marcar o empate.

Aos 8 minutos, Ceni foi forçado a fazer uma importante mudança. Machucado, o goleiro Diego Alves teve de deixar o campo, e Hugo voltou ao time.

A postura das duas equipes também se modificou. O São Paulo passou a criar mais chances e exigiu duas boas defesas de Hugo, enquanto o Flamengo já não pressionava mais na frente, mas ainda levava perigo em jogadas de velocidade.

Aos 42 minutos, o São Paulo chegou ao segundo gol, outra vez com Brenner, após erro do goleiro Hugo, que tentou driblar o atacante e perdeu a bola. Agora, o camisa 30 são-paulino tem 17 gols na temporada e é o artilheiro do elenco.

O sobrevivente do confronto enfrentará nas semifinais o vencedor do duelo entre Grêmio e Cuiabá. Nesta quarta, o time gaúcho venceu o jogo de ida por 2 a 1, fora de casa. No outro lado da chave, o Internacional perdeu do América-MG por 1 a 0, no Beira-Rio e na estreia do técnico Abel Braga. Já o Palmeiras ganhou do Ceará por 3 a 0.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.