Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Palmeiras goleia Atlético-MG de Sampaoli no Brasileiro

Equipe alviverde aproveita contra-ataques sob olhares do novo técnico

São Paulo

O Palmeiras se apresentou ao seu novo treinador com uma ótima vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG, nesta segunda-feira (2), no Allianz Parque. Com o recém-contratado Abel Ferreira na tribuna, o time paulista se impôs no primeiro tempo, contra-atacou no segundo e mereceu o triunfo.

Dirigida interinamente por Andrey Lopes pela última vez, a formação alviverde chegou aos 28 pontos em 18 partidas no Campeonato Brasileiro e manteve a esperança de brigar pelo título. Os líderes Internacional e Flamengo somam 35 pontos cada um, com 19 jogos.

Já o Atlético-MG, que agora acumula quatro rodadas seguidas sem vitória, está em terceiro lugar, com 32 pontos em 18 compromissos. Em São Paulo, os comandados de Jorge Sampaoli foram dominados pelos de Lopes, conhecido como Cebola, que se despede do comando interino com quatro convincentes triunfos consecutivos.

O meia Raphael Veiga (ao centro) comemora com Luiz Adriano e Wesley o primeiro gol do Palmeiras contra o Atlético-MG - Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Nesta segunda, o Palmeiras sufocou o rival no primeiro tempo. Diante de um time que gosta de tocar a bola, os donos da casa entraram em campo com boa organização e excelente disposição na marcação, apertando o adversário a partir da intermediária de ataque.

Quando tinha a bola, a equipe de Andrey Lopes avançava com bastante velocidade, criando várias oportunidades até o intervalo. Uma delas foi aproveitada, aos 19 minutos, quando Zé Rafael trabalhou bem com Viña. Raphael Veiga completou o cruzamento de peixinho.

A superioridade era clara, e a formação alviverde perdeu a chance de terminar a etapa inicial com uma vantagem maior. Rony, Wesley e Luiz Adriano poderiam ter balançado a rede e não tiveram a precisão necessária.

O Atlético-MG só começou a se achar perto do intervalo e cresceu bastante no segundo tempo, sobretudo com as chegadas de Guilherme Arana pela esquerda. Por mudanças no posicionamento do ataque e também pelo desgaste dos anfitriões, o encaixe que havia na marcação se desfez.

Quando os visitantes pressionavam, porém, o Palmeiras acertou dois contra-ataques que mataram o jogo. Aos 25 minutos, Luiz Adriano recebeu na frente e deixou Rony livre para marcar. Aos 32, em lance parecido, Zé Rafael serviu Wesley, para aplausos do português Abel Ferreira na tribuna.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.