Seleção uruguaia confirma 7 casos de Covid-19 após jogo contra o Brasil

Dois atletas do Uruguai, que ficaram no banco nesta terça, tiveram diagnóstico da doença

Montevidéu | AFP

A Associação Uruguaia de Futebol (AUF) confirmou nesta quarta-feira (18) que dois jogadores da seleção e mais cinco membros da delegação tiveram teste positivo para Covid-19, um dia depois do jogo com o Brasil pela quarta rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022.

Os dois jogadores infectados são Diego Rossi e Alexis Rolín, que ficaram no banco de reservas durante a partida disputada em Montevidéu, na qual a equipe brasileira venceu por 2 a 0.

Antes do duelo com a seleção brasileira, os uruguaios já haviam anunciado outros três casos no time: o atacante Luís Suárez, o goleiro Rodrigo Muñoz e o lateral esquerdo Matías Viña, que atua no Palmeiras.

O Brasil também teve desfalques por conta da doença. Casemiro e Éder Militão, do Real Madrid, nem chegaram a se apresentar. Já Gabriel Menino, lateral direito do Palmeiras, foi cortado após teste positivo durante a preparação brasileira.

Jogadores do Uruguai no aquecimento para a partida contra o Brasil
Jogadores do Uruguai no aquecimento para a partida contra o Brasil - Raul Martinez/AFP
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.