Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

A um passo da final da Libertadores, Palmeiras tenta se concentrar no Sport

Equipe alviverde atua pelo Brasileiro antes de duelo por vaga na decisão continental

São Paulo

Depois de dar um passo enorme na direção da final da Copa Libertadores, o Palmeiras tenta cumprir seu papel no Campeonato Brasileiro. Enquanto os torcedores mostram euforia com a possibilidade real de título continental, os atletas buscam evitar a ansiedade e se concentrar no próximo passo.

Antes de definir seu confronto com o River Plate pela disputa sul-americana, o time de Abel Ferreira enfrenta o Sport pela competição nacional. O duelo está marcado para as 19h deste sábado (9), na Ilha do Retiro, no Recife, com transmissão do Premiere.

Mesmo com a vantagem de 3 a 0 aberta na Argentina, o técnico português deverá dar descanso a boa parte de seus titulares, de olho na segunda partida contra o River, na próxima terça (12), em São Paulo. Mas isso não quer dizer que a equipe esteja abrindo mão da vitória em Pernambuco.

O goleiro Weverton é uma rara certeza na escalação do Palmeiras, que deverá ter titulares poupados para a Copa Libertadores - Juan Ignacio Roncoroni - 5.jan.21/Reuters

O Palmeiras é o sexto colocado do Brasileiro, com 44 pontos, 12 abaixo do líder São Paulo. A formação alviverde tem duas partidas a menos e um confronto direto a cumprir com o rival do Morumbi, o que alimenta a esperança.

Não é uma distância pequena, e diminuí-la é uma tarefa complicada pelo calendário apertado –dividido em múltiplas frentes, o time é também finalista da Copa do Brasil. Mas os jogadores afirmam que pretendem ir tão longe na competição de pontos corridos quanto for possível.

Hoje, o matemático Tristão Garcia aponta 2% de chance de o Palmeiras levantar a taça. O número poderá subir em caso de triunfo sobre o Sport, que faz campanha irregular, ocupa a 14ª colocação e ainda luta contra o rebaixamento.

A equipe dirigida por Jair Ventura ganhou fôlego com uma vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza, gol de Thiago Neves. O meia, que tem sido a principal peça da formação rubro-negra, previu dificuldades mesmo diante de um adversário recheado de reservas.

“O Palmeiras montou um elenco, não montou um time. Tanto que estão na final da Copa do Brasil e quase na final da Libertadores. Independentemente do time que vier, vai ser um jogo duro, de igual para igual. Não tem favorito”, afirmou o experiente atleta de 35 anos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.