Descrição de chapéu The New York Times

Coronavírus cria problemas em série para NBA fora da 'bolha'

Desfalques de última hora e adiamentos de jogos ameaçam liga de basquete dos EUA

Sopan Deb
The New York Times

A NBA adiou um jogo que aconteceria na noite de domingo (10) entre Miami Heat e Boston Celtics, porque o Heat não tinha jogadores suficientes para colocar em quadra em função dos protocolos de saúde e segurança da liga. Foi o segundo jogo da temporada adiado por os protocolos deixarem um time desprovido de jogadores.

“Por conta do rastreamento de contatos do Heat, o time não conta com o mínimo de oito atletas que a liga requer para levar adiante o jogo desta noite contra os Celtics”, a NBA afirmou em comunicado.

Os Celtics também estavam desfalcados de uma porção significativa de seu elenco no domingo, por conta de possível exposição ao coronavírus, o que inclui seus astros Jayson Tatum e Jaylen Brown.

Menos de um mês depois de iniciada a temporada, a tendência parece estar se encaminhando na direção errada, com número crescente de jogadores ficando de fora de jogos depois de serem apanhados em testes de coronavírus ou por conta de potencial exposição ao vírus.

Além do Heat e dos Celtics, Philadelphia 76ers, Dallas Maverick e Chicago Bulls relacionaram pelo menos três jogadores em suas listas de lesionados, no final de semana, por conta dos protocolos da NBA quanto ao vírus.

Outros times têm pelo menos um jogador na lista, o que representa um contraste acentuado com a retomada da temporada regular e com os playoffs da NBA realizados no ano passado no Walt Disney World, na Flórida. Não foi necessário adiar qualquer jogo, então, e nenhum jogador foi apanhado em exames como portador do coronavírus.

Um porta-voz da liga se recusou a comentar sobre a possibilidade de que a liga decrete uma parada na temporada. A NBA adiou um jogo entre o Houston Rockets e o Oklahoma City Thunder, no segundo dia da temporada, porque os Rockets não tinham jogadores suficientes, devido a lesões e ao protocolo do coronavírus.

Os relatórios da liga sobre jogadores lesionados não informam se um jogador está fora por ter sido apanhado como portador do vírus em um exame ou por ter sido potencialmente exposto. Um jogador que tenha sido apanhado em um exame pode ser isolado por até dez dias, e os jogadores potencialmente expostos podem passar diversos dias em quarentena.

“Estamos todos lidando com um conjunto vasto de circunstâncias, e por isso temos de nos manter calmos e planejar para as adversidades”, disse Rick Carlisle, treinador dos Mavericks, antes do jogo de sábado contra o Orlando Magic, no qual os Mavericks entraram sem três jogadores por conta dos protocolos do vírus. “Nós antecipávamos que esse tipo de coisa fosse uma possibilidade real, e agora estamos lidando com isso."

Os 76ers só usaram sete jogadores contra o Denver Nuggets no sábado, depois que Seth Curry, um dos armadores do time, foi apanhado em um exame. Quatro jogadores ficaram de fora da partida por conta dos protocolos do vírus.

Joel Embiid e Ben Simmons, os astros dos 76ers, ficaram de fora da partida, embora Doc Rivers, o treinador do time, tenha dito que suas ausências se deviam a lesões persistentes no joelho (Simmons) e costas (Embiid). Antes do jogo, em resposta a uma pergunta sobre se havia informado a liga que não queria jogar, por conta da falta de jogadores disponíveis, Rivers se declarou preocupado.

“Não acho que deveríamos”, disse Rivers. “Não me cabe expressar isso. Preocupo-me com a saúde dos meus jogadores na quadra."

Os Nuggets venceram o jogo do sábado por 115 a 103. Tyrese Maxey, calouro dos 76ers, marcou 39 pontos em sua primeira partida como titular e ajudou Philadelphia a manter o jogo competitivo. Mas os Nuggets sufocaram os 76ers no segundo tempo.

Antes do adiamento, o único jogador que o Heat havia informado que podia ficar de fora em função dos protocolos era Avery Bradley. O próximo jogo do Heat é contra os 76ers, na terça-feira (12).

Os Celtics jogaram contra o Washington Wizards na noite de sexta-feira. Depois, Tatum e o armador do Wizards, Bradley Beal, pararam para uma conversa na quadra. O site The Athletic noticiou que a conversa, que significa que Beal ficou exposto a contágio por Tatum, foi o que deixou Beal de fora do jogo contra o Heat na noite de sábado. De acordo com múltiplas reportagens, Tatum descobriu depois do jogo da sexta-feira que um exame o havia identificado como portador do vírus.

Foto aberta mostra jogando de vermelho arremessando da linha de três pontos
Washington Wizards e Boston Celtics em jogo na última sexta (8) - David Butler/USA TODAY Sports

Mesmo antes do final de semana, times tiveram de jogar algumas partidas sem jogadores importantes por causa dos protocolos. Kevin Durant, astro do Brooklyn Nets, ficou de fora durante a maior parte da semana passada. Os Nuggets vêm jogando sem o ala Michael Porter Jr. durante todo o mês, e não se sabe quando ele retornará.

Adam Silver, o comissário da NBA, declarou em uma entrevista na pré-temporada que estava confiante em que NBA seria capaz de concluir sua temporada regular de 72 jogos por time.

“Se não acreditássemos nisso, nem teríamos começado”, disse Silver.

Perguntado sobre que circunstâncias poderiam resultar em uma suspensão da temporada, Silver disse que “a posição, acredito, é de que se encontrarmos uma situação na qual nossos protocolos não estejam funcionando, o que significa que não só estamos registrando casos de Covid mas vendo sua expansão dentro dos times ou de um time a outro, isso nos levaria a suspender a temporada”.

Ele prosseguiu: “Creio que estejamos preparados para casos isolados. De fato, com base no que vimos na pré-temporada, com base na observação de outras ligas que operam fora da bolha, esse tipo de caso infelizmente parece de alguma forma inevitável”.

Tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.