Descrição de chapéu Futebol Internacional

Atacante uruguaio Morro García é encontrado morto na Argentina

Jogador de 30 anos teve passagem pelo Athletico em 2011 e estava no Godoy Cruz

São Paulo

O atacante uruguaio Santiago "Morro" García, 30, foi encontrado morto neste sábado (6), em seu apartamento na cidade argentina de Mendoza. Ele defendia o Godoy Cruz, clube local.

O atleta tinha sido afastado do time, que defendia desde 2016, após diagnóstico de positivo de Covid-19 em 22 de janeiro. Ele já havia sido informado que não teria continuidade na equipe para a próxima temporada.

No Twitter, sua última publicação foi no último dia 21. "Desde o primeiro dia até o último agradecido e com tranquilidade que posso olhar na cara de todos." Autoridades locais investigam a morte inicialmente como suicídio.

O atacante passou pelo Athletico em 2011, após deixar o Nacional (URU) com status de revelação. O valor da contratação na época passou de R$ 7 milhões, a mais cara do clube paranaense na ocasião.

Santiago García na época em que foi revelado pelo Nacional
Santiago García na época em que foi revelado pelo Nacional - Alejandro Pagni - 16.mar.11/AFP

Morro García jogou apenas 18 jogos pelo time rubro-negro, fez dois gols e teve sua passagem abreviada por um exame que apontou uso de cocaína quando ainda atuava no Uruguai. A suspensão por doping valia apenas no país natal, mas abalou sua passagem pelo Brasil.

Ele então foi para o Kasimpasa, da Turquia, e logo voltou para o Uruguai. Por lá defendeu novamente o Nacional, numa passagem ruim e marcada por uma briga generalizada num clássico contra o Peñarol que o levou à delegacia, e o River Plate (neste último chegou a atuar de graça).

Morro García, do Godoy Cruz, em jogo contra o Grêmio pela Libertadores de 2017
Morro García, do Godoy Cruz, em jogo contra o Grêmio pela Libertadores de 2017 - Diego Vara - 9.ago.17/Reuters

Reencontrou-se com o futebol no Godoy Cruz, onde se destacou como maior goleador do time no Campeonato Argentino e artilheiro da competição em 2018.

Vários clubes e entidades manifestaram seu pesar pela morte de Morro García, entre eles Godoy Cruz, Nacional e o presidente da Conmebol (confederação sul-americana), Alejandro Domínguez.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.