Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Corinthians e Santos travam duelo direto por vaga na Libertadores

Clássico desta quarta, na Vila, poderá aproximar um dos times da classificação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Corinthians e Santos oscilaram ao longo de todo o Campeonato Brasileiro. Com mais três jogos para cada um dos times até o fim da competição, os rivais ainda lutam para conseguir uma vaga na fase preliminar da próxima Copa Libertadores.

Nesta quarta-feira (17), às 19h, na Vila Belmiro (com transmissão do Premiere), as equipes travam um duelo —atrasado, pela 33ª rodada— que vale a disputa pela oitava colocação do Nacional, a última que deverá garantir vaga no continental, desde que Palmeiras e Grêmio, finalistas da Copa do Brasil, terminem entre os sete primeiros colocados.

Separados por somente um ponto (50 a 49), Santos e Corinthians estão na nona e décima posições, respectivamente. A equipe praiana está empatada em pontos com o Athletico, o oitavo, que tem um jogo e uma vitória a mais (14 a 13).

Cássio durante treino do Corinthians no CT do Parque Ecológico
Cássio durante treino do Corinthians no CT do Parque Ecológico - Rodrigo Coca - 15.jan.21/Ag. Corinthians

Depois do clássico, o Corinthians encara Vasco e Internacional. O Santos ainda enfrenta Fluminense e Bahia.

"Temos nove pontos em disputa. Se conseguirmos os nove, aí sim garantimos [a vaga] por nossas forças, independente das outras equipes. Então, temos de ir passo a passo", disse o goleiro corintiano Cássio.

Neste Nacional, o atleta acumula sua pior marca de gols sofridos pelo time, com média de 1,37 por partida, acima de 2016, o pior ano até então, quando teve média de 1,23 gol sofrido por jogo.

O próprio goleiro reconhece que teve uma temporada irregular, mas aponta que toda a equipe oscilou. "Assim como o Corinthians, pode ser que tenha sido irregular, pode ser que tenha tomado gols que antes não tomava, mas não vejo nada de anormal", disse. "O Corinthians, no geral, no coletivo, não conseguiu ir bem na temporada", acrescentou.

Os 44 gols sofridos pelo time alvinegro no Brasileiro determinam o pior desempenho defensivo da equipe no torneio desde 2009, ano em que o clube foi vazado 54 vezes e terminou a competição em décimo lugar.

A defesa do Santos não fica atrás nesse quesito. É a sétima que mais sofreu gols até aqui, 48 ao todo, número menor somente do que os registrados por equipes que estão atrás do time na tabela: Goiás (60), Botafogo (60), Bahia (59), Vasco (54), Ceará (50) e Coritiba (49).

Os jogadores santistas pregam atenção total nos três derradeiros jogos do Brasileiro para conseguir a vaga na Libertadores, após o vice-campeonato na última edição. Seria uma forma de encerrar bem o trabalho de Cuca. O técnico já avisou que vai deixar o clube após a competição, quando encerra seu contrato.

Volante Alison durante treino do Santos no CT Rei Pelé
Volante Alison durante treino do Santos no CT Rei Pelé - Ivan Storti - 28.jan.21/Santos FC

"A gente quer muito essa vaga também por conta do Cuca, para ele ter um final de temporada digno aqui. É um cara que nos ajudou muito, confiou no nosso trabalho e colocou na nossa cabeça que tudo era possível para nós", disse o volante Alison. "Ele fez um excelente trabalho, mas o título não veio."

Para o clássico, o atacante Kaio Jorge deve desfalcar o Santos devido a uma lesão na coxa. Marcos Leonardo, de 17 anos, autor de dois gols nos dois úlltimos jogos, está cotado para substituí-lo. No Corinthians, o meia Cazares e o zagueiro Jemerson devem retornar ao time após se recuperarem de contusões.

Palmeiras deve poupar o time titular em duelo contra o Coritiba

Com vaga garantida na próxima Libertadores, por ser o atual campeão, e com a final do Copa do Brasil, contra o Grêmio, se aproximando, o Palmeiras tem poucos objetivos em campo no duelo desta quarta (17), contra o já rebaixado Coritiba, às 19h30, no Couto Pereira (TNT e Premiere transmitem a partida).

A partida referente à 35ª rodada apresenta um cenário ideal para o técnico Abel Ferreira promover mais rodagem ao elenco palmeirense. "A importância dessa partida é grande, até para ter sequência de jogos. Alguns [atletas] que não vêm jogando estão tendo a chance de jogar", afirmou o atacante Rony.

A tendência é que Abel poupe a maioria dos titulares, embora ele não tenha confirmado ainda qual formação mandará a campo. O treinador tem reclamado do calendário de jogos que o time vai ter cumprido ao final da temporada 2020 —serão 79 no total.

Até o primeiro jogo contra o Grêmio, no dia 28 de fevereiro, o Palmeiras tem mais quatro partidas pelo Brasileiro (Coritiba, São Paulo, Atlético-GO e Atlético-MG). O segundo duelo com os gaúchos será no dia 7 de março, mas antes, no dia 3, o Palmeiras joga contra o Corinthians, pelo Paulista de 2021.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.