Saltadora perde chance do ouro após juízes apagarem sua melhor marca

Maria Vicente chorou após erro de árbitros que pode ter lhe custado um título na Espanha

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Madri | Reuters

Uma saltadora chorou após juízes apagarem a marca do salto em distância que poderia ter dado a ela uma medalha de ouro no Campeonato Espanhol de atletismo, neste domingo (21).

Maria Vicente, 19, saltou algo acima de 6,5 metros, mas a marca na caixa de areia foi varrida pelos árbitros, que acharam que ela tinha cometido uma falta.

Montagem com frames da transmissão mostra, à esquerda, a atleta María Vicente saindo da caixa de areia e, à direita e logo após, o oficial da prova entrando na caixa de areia para apagar as marcas
Montagem com frames da transmissão mostra, à esquerda, a atleta María Vicente saindo da caixa de areia e, à direita e logo após, o oficial da prova entrando na caixa de areia para apagar as marcas - Reprodução/RFEA TV

Os replays mostram que a atleta, que é catalã e conquistou o ouro no pentatlo na sexta-feira (19) no mesmo campeonato, não queimou o salto (como acreditavam os juízes). Ela então ganhou um novo salto para compensar.

Visivelmente abalada pelo erro, Vicente acabou errando, mas em uma outra tentativa ainda conseguiu saltar 6,24 m, sua melhor marca no dia.

Ela acabou em terceiro lugar, com o bronze, atrás de Fatima Diame (6,51 metros, com o ouro) e Tessy Ebosele (6,31 m).

"Não há explicação para o que aconteceu", disse Vicente, chorando.

Maria Vicente em prova do salto triplo em 2018
Maria Vicente em prova do salto triplo em 2018 - Divulgação/Comité Olímpico Español

"O juíz viu que o salto era válido, mas eu não entendo porque aqueles na caixa de areia pensaram que houve uma falta e apagaram ela", continuou.

O presidente da Federação Espanhola de Atletismo, Raul Chapado, pediu desculpas. "É nossa responsabilidade criar o melhor campeonato possível, mas todos somos humanos e cometemos erros", afirmou por meio das redes sociais.

Erramos: o texto foi alterado

Diferentemente do que foi publicado inicialmente, o caso aconteceu em uma prova de salto em distância, não salto triplo. O texto foi corrigido.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.