Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Santos vence o Corinthians na Vila e fica mais perto da Libertadores

Alvinegro praiano pula para a oitava colocação e deixa o rival distante da vaga

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O Santos venceu o Corinthians por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (17), na Vila Belmiro, em jogo atrasado da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Marcos Leonardo anotou o gol do triunfo santista.

Com a vitória no clássico, a equipe do técnico Cuca –que não seguirá no comando após o fim do Nacional– foi a 53 pontos e, na oitava colocação, vai garantindo (a duas rodadas do fim) uma vaga na próxima Copa Libertadores.

Marcos Leonardo comemora o gol da vitória do Santos sobre o Corinthians na Vila Belmiro
Marcos Leonardo comemora o gol da vitória do Santos sobre o Corinthians na Vila Belmiro - Anderson Lira/FramePhoto/Agência O Globo

Palmeiras e Grêmio, sexto e sétimo colocados, respectivamente, farão a decisão da Copa do Brasil. Se continuarem entre os sete primeiros na tabela do Brasileiro, abrirão um lugar para que o oitavo dispute a próxima edição do torneio continental.

Em caso de título do Palmeiras e manutenção dos alviverdes na sexta colocação, o atual campeão da Libertadores (em cima do Santos, inclusive) abriria duas vagas abaixo dele na classificação do Nacional.

O Corinthians, décimo na tabela com 49 pontos, já vê a competição continental um pouco mais distante.

A partida desta quarta começou com os corintianos criando duas boas oportunidades logo nos primeiros cinco minutos, primeiro com Matheus Vital, que parou em João Paulo após chute de fora da área, e depois com Gustavo Mosquito, que procurou encobrir o goleiro santista e perdeu a chance de abrir o placar.

Aos 12 da etapa inicial, a Vila Belmiro sofreu uma queda de energia e ficou às escuras. O duelo foi paralisado por 16 minutos e as duas equipes parecem ter sido afetadas pela interrupção do ritmo.

Até o fim do primeiro tempo, o apagão foi técnico, com dificuldades por parte dos rivais de restabelecerem a velocidade que o jogo tinha antes da queda de luz.

O clássico mudou de figura com a entrada de Soteldo no segundo tempo.

Logo aos 6 minutos, o venezuelano recebeu belo passe de Marinho e arrancou até o gol de Cássio. Cara a cara com o goleiro, bateu forte em cima do camisa 12. Soteldo ainda tentou anotar no rebote, mas a bola desviou em Fábio Santos e saiu para escanteio.

Na sequência, aos 9, Soteldo recebeu na entrada da área e obrigou Cássio a fazer outra boa defesa. Mas a bola caiu no pé de Marinho que, dentro da grande área, chutou cruzado e encontrou Marcos Leonardo livre, quase embaixo da trave, para marcar o gol da vitória do Santos.

Esta foi a terceira partida consecutiva em que o atacante santista balançou as redes. Gol histórico porque também foi o milésimo do clube em jogos do Campeonato Brasileiro na Vila Belmiro. Tudo isso arredondado com a proximidade de um lugar na próxima Copa Libertadores. Para festa dos alvinegros, os praianos, em Santos.

Palmeiras perde do rebaixado Coritiba no Couto Pereira

O Palmeiras foi ao Couto Pereira e saiu derrotado na noite desta quarta-feira (17). Jonathan, aos 42 minutos do segundo tempo, anotou o gol da vitória por 1 a 0 do Coritiba sobre o atual campeão da Libertadores, em jogo atrasado da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o revés na capital paranaense, o clube paulista, com um time cheio de reservas, estacionou na sexta colocação do Campeonato Brasileiro com 56 pontos –ainda tem um jogo a menos na competição. O Coritiba, já rebaixado para a Série B, foi a 31.

A equipe do técnico Abel Ferreira perdeu o zagueiro Kuscevic, expulso aos 17 minutos do segundo tempo, e passou a sofrer a pressão dos donos da casa.

Aos 42 da etapa final, Patrick de Paula deixou a bola passar após cruzamento da esquerda, Jonathan aproveitou o vacilo do volante palmeirense e bateu de primeira, da entrada da área, para colocar a bola no canto do goleiro Vinicius e dar a vitória ao Coritiba.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.