São Paulo perde para o Botafogo e vê vaga direta à Libertadores ameaçada

Equipe tricolor precisa vencer o Flamengo para não depender de tropeço do Fluminense

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Diante do já rebaixado Botafogo, o São Paulo deixou escapar nesta segunda (22) a chance de garantir uma vaga na fase de grupos da Libertadores. No estádio Nilton Santos, a equipe tricolor perdeu por 1 a 0, em duelo pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro no qual teve um atleta expulso e ainda desperdiçou um pênalti.

A última chance de obter a classificação direta para as chaves da competição continental via G4 do Brasileiro agora ficou para o confronto contra o líder Flamengo, na rodada de encerramento.

A equipe paulista teve novamente uma atuação apática nesta segunda, sem criatividade, com uma série erros na defesa, semelhantes aos que lhe custaram a oportunidade de brigar pelo título do Nacional.

A partir dos 28 minutos da etapa inicial, passou ainda a jogar com um a menos, quando Reinaldo fez uma falta como último homem da defesa ao derrubar Warley e foi expulso.

Reinaldo deixa o gramado do Engenhão após ser expulso em partida entre São Paulo e Botafogo
Reinaldo deixa o gramado do Engenhão após ser expulso em partida entre São Paulo e Botafogo - Alexandre Durão/Código 19/Ag. O Globo

Agora, sem poder contar com o lateral esquerdo, o time tricolor, com 63 pontos, em quarto lugar, precisará vencer o Flamengo na próxima quinta-feira (25), às 21h30, no Morumbi, para ir à disputa de grupos da Libertadores de forma direta. Em caso de nova derrota, terá de torcer para o Fluminense, 61, não passar de um empate com o Fortaleza.

O time de Rogério Ceni também necessita dos três pontos para ser campeão sem depender que o Internacional não passe de um empate com o Corinthians, no Beira-Rio, no mesmo dia e horário —a equipe carioca lidera o Brasileiro com dois pontos a mais do que a gaúcha (71 a 69).

Na última vez em que encontrou com o Flamengo, contudo, o São Paulo ganhou por 3 a 0, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, em 18 de novembro —no duelo de ida, também venceu, por 2 a 0, no Maracanã.

Àquela altura da temporada, o time então comandado por Fernando Diniz, recentemente demitido, estava em grande fase, brigando pelo título do mata-mata e também do Nacional.

Bem diferente da equipe que pouco conseguiu levar perigo à meta do goleiro Diego Loureiro durante toda a primeira etapa do confronto desta segunda-feira. Enquanto isso, Tiago Volpi teve mais trabalho, com 11 finalizações dos botafoguenses.

Depois de tanto insistir na primeira etapa e terminá-la zerado, o Botafogo abriu o placar aos 11 minutos do segundo tempo, com Matheus Babi. O atacante venceu uma disputa pelo alto com Arboleda e marcou de cabeça.

Nem assim o São Paulo reagiu. Pelo contrário, quem cresceu ainda mais na partida foi a equipe carioca, que rondou a área são-paulina em busca de ampliar o resultado.

Perto do fim, aos 37 minutos, o são-paulino Galeano e o botafoguense Hugo dividiram a bola na área carioca, e o atleta do time visitante acabou caindo. O árbitro assinalou pênalti, que foi muito contestado. Na cobrança, Luciano parou em Diego e desperdiçou. Com isso, o placar seguiu a favor do clube alvinegro até o fim.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.