Descrição de chapéu Futebol Feminino

Em bolha na Argentina, Corinthians busca o tri na Libertadores Feminina

Time alvinegro teve dificuldade para entrar no país vizinho por conta da pandemia

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Atual campeão da Libertadores Feminina, o Corinthians estreia na edição 2020 do torneio nesta sexta (5), diante do El Nacional (EQU), às 17h (de Brasília), no estádio Nuevo Francisco Urbano, em Buenos Aires, na Argentina (o duelo será transmitido pelo Facebook).

Suspensa no ano passado devido à pandemia do novo coronavírus, a competição também teve sua sede alterada. Inicialmente prevista para ser realizada no Chile, a disputa será toda realizada em solo argentino, de 5 a 21 deste mês.

Além disso, a Conmebol organizou o torneio na chamada "bolha", na qual as delegações são testadas e previamente isoladas para evitar a disseminação da Covid-19. Ao todo, 16 clubes disputarão a competição, e o Brasil terá três representantes: Corinthians, Ferroviária e o Avaí-Kindermann.

Apesar do esquema de logística montado pela confederação, o time do Parque São Jorge teve problemas para entrar no país vizinho na última terça-feira (2).

O voo que levaria as corintianas foi cancelado pela companhia aérea Turkish Airlines, sob a justificativa de que pessoas que estão no Brasil não podem ingressar na Argentina devido às regras de contenção à Covid-19.

Após tratativas entre a diretora de futebol feminino do Corinthians, Cristiane Gambaré, junto à Conmebol e autoridades argentinas, a delegação conseguiu embarcar no dia seguinte, quarta (3), em um voo da Aerolineas Argentinas.

Campeã continental em 2017 e 2019, a equipe alvinegra também chega à competição como atual campeã brasileira. O elenco conta com peças experientes, como a meia Gabi Zanotti, 36, eleita a melhor jogadora do último Nacional.

O time alvinegro está na chave A, junto de América de Cali (COL), Universitário (PER) e El Nacional (EQU). O Avaí-Kindermann está no Grupo B, ao lado de Boca Juniors (ARG), Deportivo Trópico (BOL) e do Santiago Morning (CHI). No D estão Ferroviária, Libertad-Limpeño (PAR), Peñarol (URU) e Universidade de Chile (CHI).

Na primeira fase, as 16 equipes serão divididas em quatro grupos. Todas se enfrentam dentro de suas chaves e as duas mais bem colocadas avançam às quartas de final.

Nesta quinta-feira (4), a Band acertou a compra dos direitos de transmissão da Libertadores Feminina e exibirá o torneio em seu canal fechado, o BandSports. Por enquanto, a emissora confirmou a transmissão da estreia do Avaí-Kindermann, nesta sexta (5), contra o Santiago Morning, às 17h (de Brasília).

O Facebook também tem os direitos de transmissão da competição continental e exibirá as partidas na página oficial da Conmebol na rede social.

No complemento da primeira rodada, a Ferroviária fará sua estreia no sábado (6), contra o Libertad-Limpeño (PAR), às 17h.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.