Corinthians busca sobrevivência na Sul-Americana diante do Sport Huancayo

Em situação muito difícil no torneio, equipe alvinegra volta ao Peru após 52 anos

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Com apenas um ponto em duas partidas disputadas na Copa Sul-Americana, o Corinthians buscará a recuperação em um local que não visitava fazia muito tempo. A partida contra o Sport Huancayo, em Lima, na noite de quinta-feira (6), será a primeira do time alvinegro no Peru desde 1969.

Em oito jogos no país, todos amistosos, o clube obteve quatro vitórias e quatro empates. No primeiro compromisso válido por um campeonato, às 21h30 (de Brasília), com transmissão da Conmebol TV, tem o triunfo como única opção para alimentar a esperança de sobreviver na disputa.

Luan vem de bom jogo e será arma alvinegra em Lima - Rodrigo Coca - 8.fev.21/Ag. Corinthians

Depois de empatar com o paraguaio River Plate em Assunção e perder em São Paulo para o uruguaio Peñarol, o Corinthians está em terceiro lugar no Grupo E. Só o primeiro colocado de cada chave avançará às oitavas de final, o que torna urgente a reação.

“Dá para reverter? Dá para reverter. Ficou mais difícil? Ficou muito mais difícil, mas a gente ainda acredita, porque defendemos o Corinthians, e essa é uma marca do Corinthians que precisa ser levada até o final”, afirmou o técnico Vagner Mancini.

Ele gostou do que viu no último final de semana. Lamentou o empate sofrido nos acréscimos, em pênalti tolo, mas o desempenho alvinegro no 2 a 2 com o São Paulo foi considerado satisfatório pelo comandante, que chegou ao clássico com o emprego em risco.

A pressão não se dissipou com o resultado, e Mancini busca agora uma sequência de resultados positivos. O próximo passo é derrotar o Sport Huancayo, que perdeu suas duas partidas e é o lanterna da chave na Sul-Americana.

No retorno ao Peru, o Corinthians não terá de encarar a altitude, como estava previsto inicialmente. Huancayo fica a quase 3.300 m do nível do mar, mas, por restrições ligadas à pandemia do novo coronavírus, o time local tem atuado em Lima, no nível do mar.

Vagner Mancini procura manter a fé na classificação - Rodrigo Coca - 21.abr.21/Ag. Corinthians

“O jogo é muito importante para nós. Temos ambições na Sul-Americana. Ainda restam quatro jogos, tudo pode acontecer no futebol. Temos que fazer um grande jogo em Lima, apagar a atuação ruim que tivemos diante do Peñarol e voltar à briga”, afirmou o treinador.

Líder da chave, com seis pontos, o Peñarol atuará no mesmo horário, em Montevidéu, contra o River Plate-PAR, que soma quatro. Na próxima quinta (13), será a vez de o Corinthians visitar o Peñarol, buscando renascer no grupo. Para isso, antes, é preciso cumprir o papel nesta semana.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.