Descrição de chapéu Campeonato Paulista 2021

Victor Luis coroa recuperação no Palmeiras com gol em vitória sobre o Corinthians

Time alviverde vence por 2 a 0 e volta à final do Paulista em busca do bicampeonato

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

De jogador com futuro indefinido no Palmeiras a titular da lateral esquerda, Victor Luis deu nova prova de seu valor neste domingo (16). Foi dele o gol que abriu o caminho para a vitória sobre o Corinthians, 2 a 0, em Itaquera, resultado que classificou o time palmeirense para a decisão do Campeonato Paulista.

Em tarde inspirada, o lateral balançou a rede de Cássio aos 11 minutos e ainda teve a chance de ampliar pouco depois, aos 24, quando acertou a bola na trave. Luiz Adriano fez o segundo, aos 30 da etapa final. Antes do fim, Luan teve chance de descontar o placar, mas desperdiçou um pênalti, aos 41.

Os donos casa foram dominados em boa parte do jogo e sentiram a ausência de Fagner, desfalque do time alvinegro após receber diagnóstico de Covid-19. Seu substituto na direita da defesa, Mandaca, não deu a mesma segurança que o titular e deixou a zaga corintiana menos protegida do que habitualmente.

Foi por ali que não só Victor Luis, mas Patrick e Luiz Adriano encontraram mais espaços para atacar a meta corintiana. Enquanto isso, Rony e Raphael exploravam o lado esquerdo.

Victor Luis comemora com os reservas do Palmeiras o gol que ele fez contra o Corinthians, pelo Campeonato Paulista
Victor Luis comemora com os reservas do Palmeiras o gol que ele fez contra o Corinthians, pelo Campeonato Paulista - Rubens Cavallari/Folhapress

Sem o camisa 23, o volume ofensivo do time de Vagner Mancini também ficou aquém do apresentado nas quartas de final, quando goleou a Inter de Limeira, por 4 a 1, jogo em que ele abriu o placar.

Ainda que estivesse em campo, não seria fácil para marcar Victor Luis. Revelado pelo Palmeiras, clube onde chegou aos 11 anos, o lateral, hoje com 27, ganhou a posição do uruguaio Matías Viña, depois de substituí-lo na Libertadores enquanto o titular cumpria suspensão.

Foi a redenção do atleta que disputou a última temporada emprestado ao Botafogo e voltou à equipe de Abel Ferreira em fevereiro deste ano sem saber se teria espaço no elenco.

Agora, ele terá a chance de buscar o terceiro título com a camisa alviverde. Também foi campeão paulista no ano passado e brasileiro, em 2018.

Na campanha do último Estadual, o Palmeiras venceu justamente o Corinthians na decisão. Na final, o time alviverde vai encarar o São Paulo, que eliminou o Mirassol, com goleada por 4 a 0.

Curiosamente, os palmeirense precisaram contar com uma ajuda do próprio time alvinegro para disputar a fase mata-mata do Paulista.

Foi só na última rodada da primeira fase, quando venceu a Ponte Preta, 3 a 0, e contou com um tropeço do Novorizontino, derrotado pelo Corinthians por 2 a 1, que o Palmeiras avançou às quartas de final.

A dificuldade para ficar com uma das vagas do Grupo C se deve ao fato de Abel Ferreira ter priorizado a disputa da Libertadores e ter escalado times alternativos ao longo de boa parte do Estadual.

Diante do arquirrival, o treinador português optou por escalar força máxima e, depois que abriu o placar logo cedo, passou a explorar os contra-ataques, tática com a qual chegou ao segundo gol.

Vagner Mancini, que rechaçou a possibilidade prejudicar o adversário na rodada final da fase de grupos, viu sua equipe passar mais tempo com a bola, mas ter dificuldade para finalizar ao gol.

Jogadores de Corinthians e Palmeiras discutem durante partida pelo Campeonato Paulista, em Itaquera
Jogadores de Corinthians e Palmeiras discutem durante partida pelo Campeonato Paulista, em Itaquera - Rubens Cavallari/Folhapress

Derrotado, o Corinthians amargou a segundo eliminação num intervalo de quatro dias. Na última quinta-feira (13), foi goleado pelo Peñarol (URU), por 4 a 0, e deu adeus à Copa Sul-Americana a duas rodadas do fim da fase de grupos.

As quedas aumentam a pressão sobre Mancini, que assumiu o clube em outubro de 2020, com a missão de evitar o rebaixamento no Brasileiro. Apesar de alcançar a meta, não ter conseguido depois uma vaga na Libertadores deixou os torcedores frustrados, o que refletiu no início de trabalho desta temporada.

Derrotado novamente pelo Palmeiras, o Corinthians viu ainda o rival ampliar o bom histórico recente no Dérbi, como é conhecido o clássico. Desde a primeira fase do Paulista 2020, quando ganharam por 1 a 0, os corintianos não vencem os palmeirenses. Depois disso, foram três empates e três vitórias alviverdes, incluindo uma goleada no último Brasileiro por 4 a 0.

No fim do jogo, Zé Rafael e João Victor expulsos após uma confusão na lateral do campo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.