Descrição de chapéu Futebol Internacional

Dinamarquês Eriksen está consciente após mal súbito em jogo da Eurocopa

Meia de 29 anos foi reanimado e encaminhado ao hospital; jogo recomeçou e teve vitória da Finlândia

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O jogador dinamarquês Christian Eriksen, 29, precisou ser reanimado por uma equipe médica com massagem cardíaca após sofrer um mal súbito e cair desacordado no gramado durante a partida de estreia de sua seleção na Eurocopa, neste sábado (12).

Ele havia recebido a bola após uma cobrança de lateral, aos 42 minutos do primeiro tempo, quando desabou sozinho, causando o desespero dos atletas e torcedores presentes em Copenhague. Os jogadores formaram um cordão em volta dos médicos durante o processo de reanimação.

Depois de mais de dez minutos de atendimento no gramado, o atleta foi retirado de maca usando um balão de oxigênio. Sabrina Jensen, sua companheira, estava no local e recebeu apoio dos colegas de seleção.

"Foi bem claro que ele estava inconsciente. Quando cheguei, ele estava virado de lado, respirando e conseguia sentir seu pulso, mas do nada isso mudou. Começamos a fazer massagem cardíaca. Com a ajuda rápida da equipe médica e do resto da equipe, nós fizemos o que tínhamos de fazer, conseguimos trazer Eriksen de volta. Ele falou comigo antes de ser levado ao hospital para fazer mais exames", afirmou Morten Boesen, médico da delegação.

De acordo com as primeiras informações divulgadas pela Uefa, o jogador foi transferido para o hospital em situação estável. Depois, a federação dinamarquesa informou que ele estava acordado e passando por exames.

A partida contra a Finlândia foi suspensa inicialmente, mas depois retomada. Segundo a federação, os jogadores foram avisados de que o companheiro estava bem e concordaram em voltar a campo. Um representante da entidade disse que Eriksen chegou a falar com os colegas em uma chamada. Já a Uefa (federação europeia) afirmou que houve um pedido das duas seleções para que a bola voltasse a rolar.

Christian Eriksen deixa o gramado do estádio em Copenhague
Christian Eriksen deixa o gramado do estádio em Copenhague - Friedemann Vogel/Pool via Reuters

Muitos torcedores permaneceram no estádio, conforme orientação recebida para que pudessem receber informações sobre o estado de saúde de Eriksen, e vibraram após cada boa notícia que chegava depois da grande preocupação inicial.

Em um dos momentos de destaque das homenagens, uma das torcidas gritava "Christian" e a outra respondia com "Eriksen".

Camisa 10 da seleção, o meio-campista é um dos nomes mais conhecidos do futebol da Dinamarca. Revelado no Ajax (HOL), ele passou sete temporadas no Tottenham (ING) antes de chegar à Inter de Milão (ITA) em 2020. Na última temporada, ajudou sua equipe a conquistar o Campeonato Italiano após 11 anos.

Jogadores durante atendimento médico de Eriksen no gramado
Jogadores durante atendimento médico de Eriksen no gramado - AFP

A bola voltou a rolar e a Finlândia, fazendo sua estreia em edições da Eurocopa, venceu por 1 a 0, com gol de Pohjanpalo. A Dinamarca ainda perdeu um pênalti antes do apito final.

No outro jogo do grupo, a Bélgica venceu a Rússia por 3 a 0. O atacante Romelu Lukaku, companheiro de Eriksen na Inter de Milão, marcou dois gols e prestou uma homenagem na primeira comemoração. Ele correu em direção à câmera e gritou: “Chris, eu te amo!”.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.