Descrição de chapéu Velocidade

Verstappen vence duelo com Hamilton na França e dispara no Mundial

Inglês perde a primeira posição a duas voltas do fim e chega em segundo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Max Verstappen e Lewis Hamilton travaram mais um duelo neste domingo (20) no GP da França. E, pela terceira vez na temporada 2021 da F1, o holandês cruzou a linha de chegada em primeiro, beneficiado pela estratégia da Red Bull, que se mostrou superior a da Mercedes na corrida.

Enquanto a equipe do britânico optou por fazer apenas uma parada nos boxes, a escuderia de Verstappen fez duas trocas de pneus, o deixando com um composto mais rápido no terço final da prova.

Foi uma jogada de risco, mas que deu certo na pista. O holandês chegou a cair para a quarta posição, mas superou os adversários, incluindo seu companheiro de equipe, Sérgio Pérez, e ultrapassou Hamilton a duas voltas do fim para vencer.

Max Verstappen durante o GP da França
Max Verstappen durante o GP da França - Nicolas Tucat/AFP

Com o triunfo e a volta mais rápida da prova, ele soma 131 pontos e abriu 12 de vantagem para Hamilton, que chegou em segundo e tem 119. ​Pérez completou o pódio após ultrapassar Valteri Bottas.

No fim da corrida, o semblante de frustração de Toto Wolff, chefe da Mercedes, em contraste com a euforia nos boxes da Red Bull, reforçaram a imagem de que a equipe alemã fez escolhas ruins para esta etapa.

"Era uma corrida para duas paradas, eu falei, mas ninguém me ouve", chegou a gritar Bottas pelo rádio do carro, quando foi ultrapassado por Pérez.

Verstappen valorizou o duelo com Hamilton. "Fizemos o apelo para fazer duas paradas e felizmente valeu a pena, mas tivemos que trabalhar muito. Durante toda a corrida, [o Hamilton e eu] lutamos um contra o outro, então acho que será assim pelo resto da temporada."

Hamilton criticou o fato de ter perdido o ritmo de prova nas voltas finais por causa dos pneus, mas ficou conformado com o resultado. "Considerando onde estivemos no treino de sexta-feira, devo estar feliz com o resultado de hoje. Eu não tinha pneus no final. Temos que tentar descobrir [o que está faltando] na reta. Foi realmente surpreendente ficar sem pneu", reclamou.

A próxima etapa da F1 será o GP da Áustria, no domingo (27).

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.