Descrição de chapéu Futebol Internacional

Inglaterra encara a Dinamarca e tenta superar barreira das semifinais

Time inglês, que nunca chegou à decisão da Eurocopa, acumula fracassos recentes no último passo antes da final

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Josué Seixas
Maceió

Desde que Gareth Southgate chegou ao comando da Inglaterra, a seleção disputou duas semifinais. Em ambas, contra Croácia (Copa do Mundo) e Holanda (Liga das Nações), foi eliminada na prorrogação. Ao entrar em campo contra a Dinamarca nesta quarta-feira (7), às 16h, no estádio de Wembley, em jogo com transmissão do SporTV, o time tentará deixar para trás esse histórico recente e também um mais longo: nunca superou a barreira das semifinais na Eurocopa.

Os dinamarqueses, claro, prometem não ser adversários fáceis. Depois da parada cardíaca de Eriksen ainda na primeira rodada, a equipe conseguiu se classificar com uma vitória sobre a Rússia no último jogo da fase de grupos e embalou uma sequência de vitórias. País de Gales, em goleada por 4 a 0 nas oitavas, e República Tcheca, derrotada por 2 a 1 nas quartas, ficaram pelo caminho.

A Inglaterra tem números melhores na competição. O goleiro Pickford, por exemplo, não teve a rede balançada nesta edição da Eurocopa —são cinco jogos, com oito gols marcados pelos ingleses. Harry Kane e Sterling (três gols cada um) são os artilheiros da seleção até aqui. Kasper Dolberg, da Dinamarca, também marcou três vezes nesta Euro.

Harry Kane comemora gol contra a Ucrânia pela Euro
Kane é um dos artilheiros da Inglaterra na Euro, com três gols - Alberto Lingria - 3.jul.21/Reuters

Nos confrontos diretos, a vantagem da Inglaterra é considerável. Em 21 jogos, os ingleses venceram 12, perderam quatro e empataram cinco. Na partida mais recente, porém, deu Dinamarca: 1 a 0, com gol marcado por Eriksen, em outubro de 2020, pela Liga das Nações.

Entre os dois times, só um chegou à final da Euro. Em 1992, a Dinamarca bateu a Holanda nas semifinais e conquistou o título contra a Alemanha. A Inglaterra foi eliminada nas semifinais duas vezes: contra a Iugoslávia (1968) e contra a Alemanha (1996).

Dinamarqueses comemoram a vitória contra a República Tcheca
Dinamarqueses comemoram a vitória sobre a República Tcheca - Tolga Bozoglu - 3.jul.21/Reuters

A Inglaterra mandou todos os jogos desta Eurocopa em Wembley, exceto a vitória sobre a Ucrânia, disputada no Estádio Olímpico de Roma. De volta ao estádio, espera alcançar o que não conseguiu em 1996, quando teve a chance de disputar o título em casa.

A campanha naquela ocasião foi encerrada justamente em Wembley, nas semifinais, após empate por 1 a 1 com a Alemanha e derrota por 6 a 5 na disputa por pênaltis. Southgate, que agora é o comandante inglês, foi quem falhou na batida decisiva.

O erro atormenta o ex-zagueiro, que busca a redenção após 25 anos. Ele espera evitar mais uma derrota em uma semifinal para se tornar o primeiro treinador a levar a Inglaterra a uma decisão de Eurocopa.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.