Lewis Hamilton vence GP da Inglaterra após acidente com Verstappen

Piloto da Mercedes ultrapassou Charles Leclerc a duas voltas do fim

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Silverstone (Reino Unido) | AFP

O piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu neste domingo (18) pela oitava vez o Grande Prêmio da Inglaterra, em Silverstone. É a 99ª vitória de sua carreira na F1 e a quarta em 2021.

Hamilton recebeu uma penalidade de 10 segundos por um acidente com Max Verstappen (Red Bull) na segunda volta, em tentativa de ultrapassagem. A corrida foi paralisada por cerca de 40 minutos. O holandês saiu caminhando do carro e não terminou a corrida.

Segundo comunicado da Red Bull via Twitter, Verstappen foi transferido para um hospital local para realizar exames como precaução adicional, após um primeiro atendimento ter sido feito pelos médicos do circuito de Silverstone.

Verstappen já havia vencido as três últimas etapas da temporada, o GP da França, GP da Estíria e GP da Áustria.

O piloto conseguiu sair rapidamente do carro, mas ficou visivelmente atordoado após o violento acidente na primeira volta. Os dois candidatos ao título mundial estiveram lado a lado em cada curva após uma largada frenética antes da colisão.

O piloto Lewis Hamilton, da Mercedes, durante GP da Inglaterra, em Silverstone
O piloto Lewis Hamilton, da Mercedes, durante GP da Inglaterra, em Silverstone - Adrian Dennis/AFP

Apesar da penalidade, Hamilton conseguiu alcançar e ultrapassar Charles Leclerc (Ferrari) a duas voltas do fim.

“É um sonho para mim hoje”, afirmou o vencedor, antes de ser parabenizado pelo ator Tom Cruise, que assistia à corrida.

O heptacampeão mundial continua em segundo lugar no campeonato, passando de 33 para apenas oito pontos atrás de Verstappen.

Desde 8 de maio na Espanha, Hamilton não subia ao topo do pódio. Já o piloto holandês venceu quatro corridas em cinco.

Charles Leclerc (à direita) e Lewis Hamilton em pódio do Grande Prêmio da Inglaterra, em Silverstone
Charles Leclerc (à direita) e Lewis Hamilton em pódio do Grande Prêmio da Inglaterra, em Silverstone - Adrian Dennis/AFP

Verstappen declarou, via Twitter, que considerou a punição dada a Hamilton insuficiente e acusou o adversário de postura antidesportiva. "Feliz em estar bem. Muito desapontado por ser tirado [da corrida] dessa forma. A penalidade aplicada não nos ajuda e nem faz justiça à manobra perigosa feita por Lewis na pista. [Ver] as celebrações enquanto ainda estou hospitalizado é um comportamento desrespeitoso e antidesportivo, mas seguimos em frente", afirmou.​

Atrás de Leclerc, que alcançou o seu primeiro pódio nesta temporada, Valtteri Bottas (Mercedes) terminou na terceira posição.

O próximo Grande Prêmio será realizado na Hungria no dia 1º de agosto.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.