Descrição de chapéu Seleção Brasileira

Seleção vai contar com 'ingleses' após governo britânico liberar vacinados

Sem ter de cumprir quarentena na volta, jogadores estarão à disposição de Tite nas Eliminatórias

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O governo inglês anunciou nesta sexta-feira (1º) que irá liberar da obrigação de quarentena jogadores estrangeiros convocados para defender países que estejam na chamada "zona vermelha" da Covid –como o Brasil–, desde que estejam com seu esquema vacinal completo.

Com a medida, Tite poderá contar na próxima rodada tripla das Eliminatórias com os oito atletas convocados por ele e que jogam na Premier League.

A nova regra cria uma espécie de isolamento parcial, na qual os jogadores precisam cumprir algumas restrições em um período de 10 dias ao retornarem à Inglaterra, mas nada que os impeça de treinar ou jogar por seus times.

Gabriel Jesus, atleta do Manchester City (ING), está entre os convocados de Tite
Gabriel Jesus, atleta do Manchester City (ING), está entre os convocados de Tite - Lucas Figueiredo - 3.jun.21/ CBF

A obrigatoriedade de quarentena total fez com que na última data Fifa, em setembro, clubes ingleses não liberassem os convocados de diversos países, o que afetou a equipe brasileira no torneio classificatório para Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

Para os próximos três jogos do Brasil, contra Venezuela, Colômbia e Uruguai, o técnico chamou os goleiros Alisson (Liverpool) e Ederson (Manchester City), o lateral Emerson (Tottenham), o zagueiro Thiago Silva (Chelsea), os meias Fabinho (Liverpool) e Fred (Manchester United) e os atacantes Raphinha (Leeds) e Gabriel Jesus (Manchester City). De acordo com a CBF, todos eles estão completamente vacinados.

Ao jornal The Guardian, um porta voz do governo inglês afirmou que "a melhor defesa contra o vírus é a vacinação, e essas novas medidas permitirão que os jogadores totalmente vacinados cumpram suas obrigações internacionais da forma mais segura e prática possível, ao mesmo tempo que permitem que eles treinem e joguem com seus clubes o mais cedo possível após o seu retorno".

Segundo a publicação, mesmo com a liberação, os jogadores precisarão permanecer isolados em lugares próximos ao centro de treinamento de seus clubes ao retornarem à Inglaterra. Além disso, enquanto estiverem a serviço de suas seleções, deverão limitar ao máximo seus deslocamentos, entre os treinos e as partidas.

"Trabalhamos junto com as autoridades do futebol para chegar a uma saída que atendesse o interesse tanto dos clubes quanto do país, mantendo os mais altos níveis de segurança e saúde pública", afirmou o porta-voz do governo.

Em setembro, Tite não pôde contar com nove jogadores que ele havia chamado após os clubes ingleses vetarem a liberação. O treinador, no entanto, manteve a convocação, mesmo sem poder utilizá-los, e aumentou sua lista com outros nomes.

A CBF chegou a pedir à Fifa uma punição às equipes, mas resolveu retirar o pedido após encaminhar um acordo com os times e o governo britânico.

O Brasil terá três compromissos em outubro pelo torneio classificatório ao próximo Mundial. Primeiro, enfrentará a Venezuela, em Caracas, no dia 7. Depois, jogará com a Colômbia, no dia 10, em Barranquilla. No dia 14, o adversário será o Uruguai, em Manaus.

Com oito vitórias em oito rodadas, a equipe verde-amarela lidera a disputa com 24 pontos, seguida pela seleção argentina, com 18. Uruguai, com 15, e Equador, com 13, completam os quatro primeiros colocados.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.