Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
12/06/2010 - 18h50

"Devemos estar felizes porque tiramos tudo do carro", diz Barrichello

Publicidade

DE SÃO PAULO

Após conseguir a 11ª posição no grid de largada para o GP do Canadá, oitava etapa da temporada do Mundial de F-1, o piloto Rubens Barrichello afirmou que tirou o máximo possível da sua Williams.

O brasileiro deu como exemplo seu companheiro de equipe, Nico Hulkenberg, que largará na 12ª colocação.

"Acho que o fato de nós estarmos tão perto mostra que esse 11º e 12º foi o melhor que pudemos fazer hoje e por isso devemos estar felizes porque tiramos tudo do carro", declarou Barrichello.

"Nós andamos com pouca asa para conseguirmos compensar a velocidade na reta, então, o carro não tinha muita estabilidade. Para amanhã [domingo], acredito que a experiência pode contar a favor porque a pista realmente exige que você cuide dos seus freios, além dos pneus que serão essenciais. Estou confiante que teremos uma boa oportunidade de fazer um bom trabalho", completou o piloto.

O inglês Lewis Hamilton, da McLaren, vai largar na pole position. Ele quebrou o domínio da Red Bull --havia feito a pole position nas sete provas anteriores.

A largada para o GP do Canadá será às 13h.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página