Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
04/06/2011 - 10h13

Cinco clubes da Série A são suspeitos de fraude na Itália

Publicidade

DA EFE

Quatro dias após Giuseppe Signori, ex-jogador da seleção italiana, ser detido por envolvimento em um esquema de compra de resultados, três partidas da primeira divisão e cinco clubes da elite italiana podem também estar envolvidos no esquema de rede de apostas no país.

A informação foi dada na sexta-feira pelo dentista Marco Pirani, um dos implicados no caso, durante depoimento à Promotoria de Cremona, que deteve outras 14 pessoas, além de Pirani e Signori, e investiga o caso.

Por enquanto não foram informados os nomes das equipes supostamente envolvidas, assim como as partidas que teriam tido seus resultados arranjados. Segundo o jornal italiano "La Gazzetta dello Sport", uma das equipes é "muito grande".

Nesta sexta-feira, foram ouvidos o gerente de dois centros de apostas em Pescara e Ancona, Massimo Erodiani, o ex-jogador Antonio Bellavista, o goleiro Marco Paoloni e o dentista e ex-colaborador do Ancona Marco Pirani. Os interrogatórios que estão sendo realizados pela Promotoria de Cremona continuarão neste sábado.

A investigação, na qual foram envolvidas 30 pessoas, começou há seis meses em Cremona, e as detenções ocorreram em Bari, Como, Bolonha, Rimini, Pescara, Ancona, Ascoli, Ravenna, Benevento, Roma, Turim, Napoli e Ferrara.

Gianfilippo Oggioni - 01.jun.11/Associated Press
O ex-jogador Giuseppe Signori é detido por oficiais da polícia em Bolonha
O ex-jogador Giuseppe Signori é detido por oficiais da polícia em Bolonha

Segundo "La Gazzetta dello Sport", as investigações começaram após a intoxicação de cinco jogadores do Cremonese (que milita em categorias regionais) em uma partida disputada no final do ano passado. O goleiro Marco Paoloni teria fornecido um sonífero a seus companheiros para arranjar o resultado, fazendo com que aumentasse a recompensa nas apostas do placar menos provável.

Pirani admitiu ontem ter facilitado a receita deste remédio à mulher de Paoloni, mas disse desconhecer as intenções do goleiro quando assinou a receita.

Inicialmente a suspeita de compra de resultados era nas divisões inferiores da Itália. Dezoito partidas das Séries B e C disputadas na temporada passada estão sendo analisadas.

A Federação Italiana de Futebol também iniciou uma investigação baseada nos documentos recebidos pelos promotores de Cremona, e espera encerrar este processo até julho.

No marco desta investigação foram detidos Vittorio Micolucci e Vincenzo Sommese, jogadores do Ascoli, os ex-jogadores Mauro Bressan, que defendeu a Fiorentina, Antonio Bellavista, capitão do Bari, e Giuseppe Signori, que jogou pela Lazio e defendeu a Itália na Copa do Mundo-1994.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página