Publicidade
Publicidade
Publicidade
Rio-2016

Temer fará discurso de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio

O presidente interino Michel Temer será o responsável por declarar abertos os Jogos Olímpicos do Rio. Ele não vai pisar no gramado do Maracanã e fará um rápido pronunciamento da tribuna de honra da arena carioca.

Por volta das 11h30 desta quinta-feira (12), Temer foi notificado do afastamento da presidente Dilma Rousseff e se tornou oficialmente presidente interino enquanto durar o processo de impeachment no Senado, cujo prazo máximo são 180 dias.

Apenas o presidente da Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, e o presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), Thomas Bach, vão descer ao gramado para discursar.

Reprodução/Twitter
Michel Temer assina notificação de posse como presidente interino encaminhada pelo Senado
Michel Temer assina notificação de posse como presidente interino encaminhada pelo Senado

A cerimônia de abertura da Olimpíada é um dos eventos mais midiáticos da competição. Dezenas de chefes de Estado estarão no estádio carioca. O convite a Temer será enviado nos próximos dias.

A abertura dos últimos eventos esportivos no país foi sempre um momento traumático para os políticos brasileiros.

No Pan-07, o ex-presidente Lula foi vaiado no Maracanã lotado. Na época, Lula estava com a popularidade em alta e aliados do petista acusaram o então prefeito César Maia de orquestrar a vaia no estádio.

Na Copa das Confederações de 2013 foi a vez de Dilma Rousseff. Ela foi vaiada no estádio Mané Garrincha pelos torcedores. Na ocasião, Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa, chegou a pedir educação ao público, mas não adiantou.

No ano seguinte, Dilma assistiu ao jogo de abertura da Copa do Mundo na Arena Corinthians, mas não fez discurso. Ela apenas assistiu ao jogo da seleção na tribuna. Mesmo assim, Dilma foi hostilizada por parte do público quando sua imagem aparecia no telão do estádio.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade