Publicidade
Publicidade

Ginastas saem satisfeitos com 6º lugar e sonham com medalha no individual

O inédito sexto lugar em uma final olímpica deixou muito satisfeito o time de ginastas brasileiros que competiram nesta segunda (8) na Arena Olímpica do Rio.

O que não significa, entretanto, que poderia ter sido diferente.

"Gostaria de mais. Nós temos nível técnico para ficar em terceiro. Queria esse pódio", afirmou o assertivo Francisco Barreto que, apesar de saber que era muito difícil, acreditava que o Brasil poderia ter melhorado sua colocação obtida na fase classificatória no sábado (6). A seleção passou para a final também na sexta colocação, que acabou sendo ratificada na final.

"Para o pódio precisava ter saído tudo perfeito, como os russos fizeram. Teria que ser uma superação de todo mundo" disse Chico, como é chamado o ginasta de Ribeirão Preto pelos colegas de equipe. "Precisamos de mais volume na ginástica, mais gente praticando. Espero que essa Olimpíada em casa sirva de exemplo para toda a garotada", disse.

No caso de Diego de Hypolito, 30, para quem a Olimpíada está sendo uma grande superação, o sexto lugar do Brasil tem que ser muito comemorado. "Estou muito feliz, todo o time está de parabéns".

Diego, que apesar do nervosismo que sente principalmente nas provas dos colegas, e é normal ver ele pulando e gritando para incentivar os demais atletas, afirma que vai fazer de tudo para estar novamente no time do Brasil em 2020, nos Jogos de Tóquio.

"Eu cai de bunda, de cara, mas estou aqui porque me esforcei, e vou continuar assim", afirmou Hypolito, logo após a final olímpica por equipes.

Marcio Fernandes/NOPP
GINASTICA - MASCULINA - RIO DE JANEIRO/RJ - 07/08/2016 - Os ginastas brasileiros, apos a final por equipe na Arena Olimpica, durante as Olimpiadas Rio 2016. FOTO: MARCIO FERNANDES / NOPP
Os ginastas brasileiros após a final por equipe na Arena Olímpica

Nas duas últimas Olimpíadas, o atleta sofreu duas quedas graves no solo. Nesta agora, quando se classificou mais uma vez para uma final olímpica disse estar de "alma lavada".

A Olimpíada ainda não acabou para os atletas brasileiros, todos ainda têm provas individuais pela frente.

Francisco Barreto vai competir na barra fixa. Arthur Zanetti nas argolas, onde é candidato ao ouro. Diego Hypolito e Arthur Nory estarão no solo.

Sergio Sasaki e também Arthur Nory vão competir também no individual geral, onde os 24 atletas mais bem colocados na fase de classificação brigam para saber quem é o ginasta mais completo da Olimpíada.

O japonês Kohei Uchimura, que ajudou muito o Japão a obter a medalha de ouro por equipes, é o grande favorito.

Brasileiros classificados para a Olimpíada

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade