Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
03/10/2007 - 19h22

Escavadeira "que derrubou Milosevic" vai a leilão

da BBC Brasil

Uma escavadeira que transportou manifestantes por Belgrado durante o levante contra o ex-presidente Slobodan Milosevic está à venda em um site de leilões pelo equivalente a R$ 235 mil.

O veículo virou um símbolo da rebelião em outubro de 2000, quando foi usado para invadir a sede da rede de televisão estatal da Sérvia.

O anúncio da venda descreve o equipamento como "a histórica escavadeira que derrubou o comunismo na Sérvia".

Milosevic morreu em 2006, enquanto era julgado por crimes de guerra no Tribunal de Haia, na Holanda.

Ele foi obrigado a entregar o poder depois que milhares de sérvios enfrentaram as forças de segurança diante da sede do governo, em Belgrado.

Milosevic foi deportado pelo novo governo sérvio para Haia em 2001, onde ele enfrentava acusações de crimes de guerra cometidos durante as rebeliões que levaram à dissolução da antiga Iugoslávia.

Assembléia

A escavadeira estava na cidade de Cacak e foi levada a Belgrado em uma jamanta.

Ela permitiu que os manifestantes passassem por cima das barricadas erguidas pelas forças de segurança e alcançassem o prédio da Assembléia Legislativa. Em seguida, ela foi para a TV estatal.

Os manifestantes então tomaram o prédio, onde um esquadrão da polícia acusado de abrir fogo contra uma multidão estava escondido.

A escavadeira está à venda por 7,1 milhões de dínares sérvios (cerca de R$ 235 mil).

Apesar do passado histórico, o veículo não tem condições de uso, e possíveis compradores são avisados de que terão de se responsabilizar pelo transporte da escavadeira.

Segundo a descrição do veículo no site, os painéis de vidro frontais, traseiros e laterais estão arranhados pelos confrontos há sete anos, em Belgrado.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Voltar ao topo da página