Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/07/2005 - 12h23

Advogado de Luma diz que vai processar jornal "Independent"

MARIANA TIMÓTEO DA COSTA
da BBC Brasil

O advogado da modelo e empresária Luma de Oliveira, Michel Assef, afirmou nesta quinta-feira que vai processar o jornal inglês "The Independent" por ter publicado uma foto da atriz para ilustrar uma reportagem sobre escândalos que envolvem corrupção e sexo na empresa alemã Volkswagen.

Luma de Oliveira, que em nenhum momento é citada na reportagem, "está arrasada e deprimida", segundo Assef. De férias em Nova York, o advogado da modelo disse que recebeu logo cedo (quinta-feira) o telefonema "de uma Luma muito triste e revoltada".

"Não entendo como um jornal de respeito faz isso. É um absurdo", disse.
Retornando sexta-feira ao Brasil, Assef diz que vai avaliar como vai processar o "Independent".

"Vou encontrar o jornal nos tribunais. Posso processar em uma corte brasileira ou inglesa. Vamos estudar o caso", afirmou.

Procurado pela BBC Brasil, o editor responsável pela matéria ainda não se pronunciou. Mas uma fonte do "Independent" afirmou que a escolha da foto de Luma foi aleatória. "Fomos no banco de dados do computador e teclamos a palavra 'samba'. A imagem apareceu. Não se tinha idéia que ela era tão famosa"..

Reportagem

A reportagem de uma página é ilustrada com uma foto grande da modelo desfilando no Carnaval do Rio, com os tradicionais trajes sumários. O jornal não cita o nome da atriz, mas traz a seguinte legenda embaixo da foto: "A maior montadora de carros da Europa, a VW, é sacudida por um escândalo envolvendo sexo, suborno e sambistas".

No fundo da foto, foi realizada uma montagem com carros da Volkswagen.
De acordo com a reportagem, intitulada "A história do caso VW", diretores da montadora alemã mantêm casos com prostitutas brasileiras e pagam festas "regadas a sexo para políticos alemães". Tudo com dinheiro da empresa. As acusações têm sido destaque na imprensa européia há algumas semanas.

Volks

Na reportagem, o "Independent" afirma que Peter Hartz, diretor do Departamento Pessoal da VW, teve uma amante brasileira (citada como Joselia R) e usou dinheiro da empresa para financiar vários encontros com ela pela Europa e no Brasil.

Além de diretor da VW, Hartz é muito próximo do chanceler alemão Gerhard Schröder e, segundo o jornal, "contribuiu com várias idéias para reformas na leis trabalhistas alemãs".

Um outro diretor da empresa renunciou depois de ser acusado de comprar, com dinheiro da empresa, uma casa para uma de suas amantes brasileiras em São Paulo.

Para o jornal, os escândalos podem prejudicar a tentativa de Gerhard Schröder se reeleger em setembro.

Leia mais
  • Jornal ilustra matéria de escândalo sexual com foto de Luma

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Luma de Oliveira
  • Leia o que já foi publicado sobre o jornal "The Independent"
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página