Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/07/2006 - 12h04

Presidente Lula se diz "chocado" com conflito no Líbano

MÁRCIA CARMO
da BBC Brasil, em Córdoba

O presidente Lula disse que há “irresponsabilidades dos dois lados” na guerra entre Israel e o grupo xiita Hezbollah, que tem duramente afetado a infra-estrutura do Líbano.

“Temos que chamar a atenção tanto do Líbano quanto de Israel de que, no século 21, quando o mundo precisa de paz, progresso e desenvolvimento, foguete não resolve o problema de ninguém, a não ser a empresa que o produz.”

As declarações de Lula foram feitas na cidade argentina de Córdoba, onde ele participa, até esta sexta-feira, da 30ª Reunião de Cúpula do Mercosul.

O presidente afirmou que não está apenas preocupado com a guerra no Oriente Médio, mas “chocado” com o que está ocorrendo.

Segundo ele, a prioridade do Brasil, agora, é tentar retirar a comunidade brasileira que vive no Líbano.

Mas o presidente disse que esta não é uma tarefa fácil e que o Itamaraty está tentando montar uma logística para levá-los de barco até outro país.

“Acho que a única coisa que podemos fazer agora é tirar nossa gente”, declarou.

Lula lembrou que sete brasileiros já morreram neste conflito.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página