Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
31/07/2007 - 18h47

Lula diz em MT que tem duas orelhas para escutar vaias e aplausos

Publicidade

da Folha Online

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje em Cuiabá (MT) que não se incomoda em ser vaiado, pois tem duas orelhas: uma para escutar vaias e outra para ouvir aplausos.

"Eu acho que Deus, quando fez a gente, ele nos fez perfeitos. Temos duas orelhas, uma para escutar vaias e outra para escutar aplausos. Isso não incomoda, sobretudo se os que estão vaiando são os que mais deveriam estar aplaudindo", afirmou Lula durante discurso do lançamento do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Saneamento Básico e Urbanização para o Mato Grosso.

Lula foi vaiado na cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos-2007, realizada no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), em 13 de julho. Dias depois, durante o programa semanal de rádio "Café com o Presidente", Lula disse que ficou triste com a reação do público.

"A vaia e o aplauso são dois momentos de reação do ser humano. A única coisa que eu, particularmente, fico triste é que eu fui preparado para uma festa. É como se eu fosse convidado para o aniversário de um amigo meu, chegasse lá e encontrasse um grupo de pessoas que não queria a minha presença lá. Eu tenho certeza de que não é esse o pensamento do Rio de Janeiro", disse o presidente, no programa de rádio.

Hoje em Cuiabá, o presidente disse que as pessoas que estão vaiando "são os que ganharam muito dinheiro neste país" no governo Lula. "Aliás, a parte mais pobre é que deveria estar mais zangada, porque ela teve menos do que eles [os que ganharam dinheiro] tiveram. É só ver quanto ganharam os banqueiros, é só ver quanto ganharam os empresários", comentou.

Acompanhe as notícias em seu celular: digite wap.folha.com.br

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página