Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/11/2007 - 11h13

Jaques Wagner declara apoio a Cardozo na eleição petista

Publicidade

JOSÉ ALBERTO BOMBIG
da Folha de S.Paulo

O governador da Bahia, Jaques Wagner, declarou apoio ontem, em São Paulo, ao deputado José Eduardo Cardozo (SP), candidato de oposição ao atual comando do PT, nas eleições internas para a presidência nacional do partido, no dia 2 de dezembro.

Integrante da corrente Mensagem ao Partido, Cardozo tem feito críticas diretas ao também deputado federal Ricardo Berzoini (SP), atual presidente do PT.

No cerne dos ataques está a crise do mensalão (esquema de transferência ilegal de recursos a políticos), que abalou o partido em 2005 e atingiu diretamente líderes petistas do grupo de Berzoini, como o ex-ministro José Dirceu e os deputados federais José Genoino (SP) e João Paulo Cunha (SP).

"Eu tenho simpatia ao José Eduardo e sou favorável à renovação no PT", afirmou Wagner, em almoço com jornalistas. Ele, porém, ressalvou que mantém "a melhor relação" com Berzoini, da corrente CNB (Construindo um Novo Brasil), favorito para vencer a eleição.

O grupo de Cardozo é liderado pelo ministro Tarso Genro (Justiça), defensor da "refundação" do PT após o surgimento do escândalo.

Apesar de reconhecer a importância da gestão de Berzoini, Wagner disse que, em caso de segundo turno entre ele e outro nome que não seja Cardozo, deverá votar pela "renovação e ampliação da democracia interna".

Além de Cardozo, o candidato com mais chances de disputar um eventual segundo turno é o deputado Jilmar Tatto (SP), que tem apoio do grupo ligado à ministra do Turismo, Marta Suplicy.

Em São Paulo para participar de uma feira de negócios organizada pelo governo baiano, Wagner não descartou a possibilidade de disputar a sucessão do presidente Lula. "Tenho que governar a Bahia, mas descartar meu nome não vou descartar."

Acompanhe as notícias em seu celular: digite wap.folha.com.br

Comentários dos leitores
José Alberto (349) 13/01/2010 11h07
José Alberto (349) 13/01/2010 11h07
Sr. Fernado Gonçalves o sr. é ministro mesmo ou é do PANELÃO pois é como digo o sr., a juiza , o britão só acham um para quebrar o sigilo bancario ou é mais um meio de aparecer que está fazendo alguma coisa, mora como já disse e repito onde mora a corrupção e só acha um, o sr existia na epoca da roseana,do lulinha, dirceu, vanuchi, amorim, castelinho, renan, sarnentos, passagens aereas, escandalos na petrobras, palocci,genoino,bndes mais recente, o sr. não existia ou estava enterrado como um zumbi para acordar agora no escandalo do df....o senhor não é serio não ..... sem opinião
avalie fechar
Flavio Goncalves (4) 29/12/2009 07h23
Flavio Goncalves (4) 29/12/2009 07h23
Sempre tem um PT oficial no comentário. Parece a hora do Brasil no governo militar. É muito fácil governar só com pacote de bondades usando o dinheiro dos contribuintes. 50 mil para deputados, distribuição de cargos, duplicação dos quadros. O problema é que em nenhum momento Lula foi capaz de confrontar e por isso nenhum avanço institucional significativo se deu. A justiça continua levando 10 anos para julgar, a impunidade nunca foi tão evidente, o crescimento é 0%, muito inferior a India e China (O PT adora se comparar a cachorro morto, escolhe sempre o país mais atingido). A burocracia, o manicomio tributário a violência urbana nunca foram combatidos. Lula se faz com uma situação econômica que é devida em grande parte ao aumento das commodities, saneamento dos bancos feito no governo anterior e uma política econômica copiada (metas de inflação), mas avançou muito pouco nos reais problemas brasileiros, porque eles não podem ser resolvidos só com bondade. O segredo do fracasso é querer agradar a todos, mas Lula e o PT tem até agora desafiado essa máxima com sucesso. 2 opiniões
avalie fechar
Valentin Makovski (506) 28/12/2009 14h36
Valentin Makovski (506) 28/12/2009 14h36
Fato seja dito, Brasileiro tem memória curta, ou por ter nascido assim ou por ser ludibriado dia dia, pela mídia. O que vai acontecer no PT, de caso volte Dirceu & Genoino ao poder do partido, aconteceu com DEM, PSDB e toda a torcida no Flamengo, não é excessão de nenhum partido, o próprio Arruda voltou como se nada tivesse acontecido e foi eleito como Governador do DF, se o dinossauro ACM estivesse vivo, com certeça já tinha voltado ao Senado. Por isso, a política não esta em ruinas como muitos dissem ela está ótima. O que esta ainda em ruinas é o Povo Brasileiro que peca pela seu despreparo cultural e sua imensa burrice em não saber separar o que é Política Social com investimentos a médio & longo prazo., Do que Política Social do Voto, quando se distribui N cestas básicas e se ganha o voto assim. 2 opiniões
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (213)
Termos e condições
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página