Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
22/11/2007 - 19h15

Jefferson diz que Walfrido mereceu ser denunciado pelo "mensalão tucano"

Publicidade

GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson (RJ), disse nesta quinta-feira que o ex-ministro Walfrido dos Mares Guia (Relações Institucionais) mereceu ser denunciado pela Procuradoria-Geral da República no episódio conhecido como "mensalão tucano". Apesar de ser colega de partido de Walfrido, Jefferson disse que o ex-ministro deve responder na Justiça pelas supostas irregularidades.

"Eu não vou dizer que estou satisfeito porque seria uma coisa indelicada. Mas ele merece. Eu não tinha nenhuma dimensão do tamanho que isso era, pensei que era coisa muito menor. Jamais imaginei [o "mensalão tucano"] chegar a essas proporções", afirmou.

Na opinião de Jefferson, a denúncia teve como principal objetivo demitir Walfrido do governo, sem entrar em detalhes se o ato teria sido articulado de forma proposital para atingir o petebista. O presidente do PTB elogiou o ex-líder do governo na Câmara, deputado José Múcio (PE), que vai assumir o lugar de Walfrido.

Apesar de Múcio integrar o governo, Jefferson disse que a sua meta é conseguir que o PTB deixe a base aliada do governo até as eleições de 2010. "É um homem habilidoso, meu amigo. Talvez tenha que moderar um pouco o tom. Mas eu vou continuar no caminho de afastar o PTB sempre do PT. Quero construir o partido bem unido me afastando do PT", afirmou Jefferson, que denunciou do "mensalão petista" em 2005.

O ex-deputado comemorou a decisão da bancada do PTB no Senado de sair do bloco do governo na Casa depois que o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) foi substituído na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) por ser contrário à prorrogação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).

"Nós estamos buscando isso [independência]. Para mim é uma vitória dos senadores do PTB que começam a se afastar desse bloco do PT. O PTB não deve ser caudatório do PT no Senado da República, ao contrário. A história é nossa, eles é que têm que correr atrás de nós."

Jefferson participou nesta quinta-feira, como convidado, da convenção nacional do PSDB realizada em Brasília --numa demonstração clara de que pretende se aproximar da oposição na disputa presidencial de 2010. O presidente do PPS, Roberto Freire (PE), e o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), também foram à convenção prestar solidariedade aos colegas de oposição.

CPMF

O presidente do PTB disse que o partido deve liberar a bancada na votação da proposta de prorrogação da CPMF até 2011. Como não há consenso sobre o tema, Jefferson disse que não trabalhou para que a bancada ficasse contra a matéria. "O PTB está dividido e vou fazer isso [decidir sobre a CPMF] com carinho para não ser irresponsável com a opinião pública nem ferir o partido."

Acompanhe as notícias em seu celular: digite wap.folha.com.br

Comentários dos leitores
Francisco Silva (358) 20/01/2010 18h45
Francisco Silva (358) 20/01/2010 18h45
Rui,
Mau Político é um Pleonasmo Vicioso. Algo como subir para cima, entrar para dentro ou sair para fora...
sem opinião
avalie fechar
Rui Ruz Caputi Caputi (1912) 19/01/2010 16h41
Rui Ruz Caputi Caputi (1912) 19/01/2010 16h41
Nossos maus politicos são como animais carniceiros comendo nossa carcaça, enquanto não restarem apenas nossos ossos não largarão a mamata. 2 opiniões
avalie fechar
Francisco Silva (358) 19/01/2010 14h19
Francisco Silva (358) 19/01/2010 14h19
Não vi na notícia do mensalão referência ao Gov. José Serra, mas sim ao PT, ao José DIRCEU, Luiz Gushiken, etc.
Eu vejo os desesperados PeTófilos quererem associar tudo de ruim ao nome de Serra, das chuvas (o dobro da média para o período) às mortes pelas chuvas (muito menos do que no Rio de Janeiro - Angra dos Reis e Ilha grande, cidades e estado governados pelo PMDB, aliados do PT), à enchente no Jardim Pantanal, instalado lá há quase 40 anos, ou seja passou por Abreu Sodré, Maluf, Pitta, Jânio, Erundina, Marta, Serra e Kassab (não nesta ordem), em área de invasão, notadamente em cota mais baixa que o rio Tietê. Agora a culpa é do Serra...
Daqui mais um pouco vamos ler comentários afirmando que o terremoto no Haiti foi culpa do Serra...
É cômico o desespero desse pessoal.
10 opiniões
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (3061)
Termos e condições
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página