Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/12/2007 - 07h45

PT realiza 1º turno das eleições internas do partido neste domingo

Publicidade

da Folha Online

Os filiados do PT devem votar hoje na primeira fase da eleição interna do partido. Sete candidatos disputam a presidência do partido: Ricardo Berzoini, Valter Pomar, Jilmar Tatto, José Eduardo Cardozo, Markus Sokol, Gilney Viana e José Carlos Miranda.

Se a eleição não for decidida neste domingo, o PT realiza um segundo turno no dia 16. O favorito é Berzoni, atual presidente da legenda. Os cotados para disputar um eventual segundo turno com Berzoini são Pomar, Tatto e Cardozo.

A votação acontece das 8h às 17h. A expectativa é que o partido anuncie hoje à noite o total de votantes da primeira fase. O resultado oficial, entretanto, não sai neste domingo. Como a cédula de votação é de papel e a apuração é manual, o resultado só deve ser anunciado na sexta-feira (7).

Votantes

Cerca de 900 mil filiados do PT são aptos a votar. Mas Pomar, Tatto e Cardozo estimam que o número de votantes fique entre 200 e 300 mil. "Não temos previsão oficiais, só as oficiosas. As oficiosas variam de 200 mil a 300 mil", afirmou Pomar.

Dentro dessa previsão "oficiosa", os 200 mil referem-se aos participantes do 3º congresso do PT, realizado neste ano. E os 300 mil dizem respeito ao total de votantes do PED (processo de eleição direta) de 2005 --realizado logo após a denúncia do suposto mensalão.

Essa estimativa representa cerca de um terço do total de filiados do partido: 960 mil. Desses, 918 mil são aptos a votar. Para votar, é necessário estar filiado ao PT desde 2 de dezembro de 2006 e estar em dia com o pagamento da contribuição partidária. Os inadimplentes poderão pagar ou renegociar a dívida no próprio dia da votação.

No entanto, o partido informa que só 855 mil filiados votam em todas as esferas da eleição: nacional, estadual e municipal. Essa diferença refere-se aos filiados que votam nas comissões provisórias.

Candidatos

Berzoini, da chapa CNB (Construindo um Novo Brasil), pertencia ao antigo Campo Majoritário, que reunia várias tendências --como a Articulação, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Cardozo, da chapa Mensagem ao Partido, é independente mas recebe o apoio de integrantes da corrente Democracia Socialista, como Raul Pont e a governadora Ana Júlia Carepa (PT).

Tatto, da corrente PT de Lutas e de Massas, recebeu o apoio das tendências Novo Rumo e Movimento PT e disputa a presidência pela chapa Partido é Pra Lutar.

Pomar, da Articulação de Esquerda, concorre com a chapa A Esperança é Vermelha. Também são de esquerda os candidatos Sokol (Terra, Trabalho e Soberania), Viana (Militância Socialista) e Miranda (Operário e Socialista).

Acompanhe as notícias em seu celular: digite wap.folha.com.br

Comentários dos leitores
José Alberto (349) 13/01/2010 11h07
José Alberto (349) 13/01/2010 11h07
Sr. Fernado Gonçalves o sr. é ministro mesmo ou é do PANELÃO pois é como digo o sr., a juiza , o britão só acham um para quebrar o sigilo bancario ou é mais um meio de aparecer que está fazendo alguma coisa, mora como já disse e repito onde mora a corrupção e só acha um, o sr existia na epoca da roseana,do lulinha, dirceu, vanuchi, amorim, castelinho, renan, sarnentos, passagens aereas, escandalos na petrobras, palocci,genoino,bndes mais recente, o sr. não existia ou estava enterrado como um zumbi para acordar agora no escandalo do df....o senhor não é serio não ..... sem opinião
avalie fechar
Flavio Goncalves (4) 29/12/2009 07h23
Flavio Goncalves (4) 29/12/2009 07h23
Sempre tem um PT oficial no comentário. Parece a hora do Brasil no governo militar. É muito fácil governar só com pacote de bondades usando o dinheiro dos contribuintes. 50 mil para deputados, distribuição de cargos, duplicação dos quadros. O problema é que em nenhum momento Lula foi capaz de confrontar e por isso nenhum avanço institucional significativo se deu. A justiça continua levando 10 anos para julgar, a impunidade nunca foi tão evidente, o crescimento é 0%, muito inferior a India e China (O PT adora se comparar a cachorro morto, escolhe sempre o país mais atingido). A burocracia, o manicomio tributário a violência urbana nunca foram combatidos. Lula se faz com uma situação econômica que é devida em grande parte ao aumento das commodities, saneamento dos bancos feito no governo anterior e uma política econômica copiada (metas de inflação), mas avançou muito pouco nos reais problemas brasileiros, porque eles não podem ser resolvidos só com bondade. O segredo do fracasso é querer agradar a todos, mas Lula e o PT tem até agora desafiado essa máxima com sucesso. 2 opiniões
avalie fechar
Valentin Makovski (506) 28/12/2009 14h36
Valentin Makovski (506) 28/12/2009 14h36
Fato seja dito, Brasileiro tem memória curta, ou por ter nascido assim ou por ser ludibriado dia dia, pela mídia. O que vai acontecer no PT, de caso volte Dirceu & Genoino ao poder do partido, aconteceu com DEM, PSDB e toda a torcida no Flamengo, não é excessão de nenhum partido, o próprio Arruda voltou como se nada tivesse acontecido e foi eleito como Governador do DF, se o dinossauro ACM estivesse vivo, com certeça já tinha voltado ao Senado. Por isso, a política não esta em ruinas como muitos dissem ela está ótima. O que esta ainda em ruinas é o Povo Brasileiro que peca pela seu despreparo cultural e sua imensa burrice em não saber separar o que é Política Social com investimentos a médio & longo prazo., Do que Política Social do Voto, quando se distribui N cestas básicas e se ganha o voto assim. 2 opiniões
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (213)
Termos e condições
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página