Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
30/04/2008 - 22h25

Lula passa o dia em Brasília e não vai à missa de 1º de Maio em São Bernardo

Publicidade

da Folha Online

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai passar o feriado do dia 1º de Maio descansando em Brasília. De acordo com informações oficiais, o presidente não terá compromissos amanhã.

O presidente era esperado em São Bernardo do Campo para uma missa em homenagem ao Dia do Trabalho. Com a agenda vazia, ele preferiu não viajar e descansar em Brasília.

Lula não faltava à missa quando era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos. Na Presidência da República, ele participou das celebrações, mas no ano passado --o primeiro de seu segundo mandato-- ele não foi.

Comemorações

O presidente Lula nesta quarta-feira que os brasileiros "nunca tiveram na vida" tantos motivos para comemorar o Dia do Trabalho, festejado em 1º de Maio. Segundo ele, há acordos salariais sendo firmados acima da inflação, garantindo benefícios para os trabalhadores, além de mais oportunidades de emprego e crescimento do salário mínimo. Mas Lula disse que espera que os próximos anos sejam melhores do que o atual e os anteriores.

"Eu acho que [os trabalhadores] têm como nunca tiveram na vida [motivos para comemorar o Dia do Trabalho]. Nós temos muitos meses consecutivos de crescimento na geração de emprego e nós temos vários anos de crescimento da massa salarial. Nós temos os trabalhadores fazendo acordos salariais bem acima da inflação, o salário mínimo tem crescido como nunca cresceu em outros tempos, o trabalhador está vendo a economia crescer", afirmou Lula, após cerimônia no Palácio do Planalto.

O presidente lembrou ainda dos tempos em que foi dirigente sindical. De acordo com ele, os tempos atuais marcam uma história para os trabalhadores.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página