Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/03/2004 - 17h29

Alencar classifica ameaças de invasões do MST de "bravatas"

Publicidade

IVONE PORTES
da Folha Online

O vice-presidente da República José Alencar classificou hoje as ameaças do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) de "bravata".

Um dos principais líderes do MST João Pedro Stédile prometeu "infernizar" o país com diversas invasões de propriedades a partir de abril.

"São bravatas próprias da atividade [dos sem-terra]. Hoje, por exemplo, já estamos sofrendo os efeitos das ameaças", afirmou Alencar.

O vice-presidente, avalia, porém, que o governo é democrático mas tem autoridade e não "permitirá qualquer movimento que fira a lei.

"Dentro da lei, respeitando os direitos dos próximos, estaremos todos do lado deles [do MST]."

Para Alencar, a reforma agrária precisa ser feita, mas não adianta dar terra e cestas básicas para alimentar os sem-terra.

"Hoje vivemos a era da tecnologia. A reforma [agrária] tem de ser feita por meio de grandes núcleos, como os kibutz [fazendas coletivas] de Israel", afirmou.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página