Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/11/2004 - 06h09

PF prende prefeito reeleito de Macapá

Publicidade

da Folha Online

O prefeito reeleito de Macapá (AP), João Henrique Pimentel (PT), foi preso pela Polícia Federal na madrugada desta terça-feira em Santarém, no Pará. Pimentel é acusado de envolvimento em irregularidades em licitações públicas.

A prisão de Pimentel faz parte da "Operação Pororoca", desencadeada na última quinta-feira pela PF e que já levou à prisão 31 pessoas -- 22 no Amapá, quatro em Brasília, quatro no Pará e uma em Minas Gerais.

Pimentel foi preso por ordem do desembargador Tourinho Neto, do TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região, de Brasília.

Ele é o segundo prefeito preso durante a operação da PF no Estado. No final da tarde desta segunda-feira os policiais federais prenderam o prefeito de Santana (AP), Rosemiro Rocha (PL).

Segundo a PF, R$ 103 milhões podem ter sido desviados pelo grupo dos cofres públicos.

Ontem, a PF libertou cinco presos durante a "Operação Pororoca", na quinta-feira (4). Outros 22 já tinham sido liberados e quatro permanecem detidos.

Prisões

Durante a operação na semana passada foram presos em Belém o futuro senador do Pará, Fernando Flexa Ribeiro (PSDB), e o empresário Eduardo Boullosa. Flexa Ribeiro é suplente do atual senador e prefeito eleito de Belém, Duciomar Costa, e dono da construtora Engeplan. Boullosa também é sócio de construtora.

Em Macapá foram detidos o ex-senador, ex-secretário da Saúde do Estado e candidato derrotado à Prefeitura de Macapá, Sebastião Rocha (PDT), e o empresário Luís Eduardo Pinheiro Correa, sócio-proprietário da construtora Método Norte Engenharia e Comércio Ltda --apontada como a principal beneficiária dos recursos desviados.

Com a Agência Folha

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre João Henrique Pimentel
  • Leia o que já foi publicado sobre a "Operação Pororoca"
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página