Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
01/01/2005 - 19h52

Candidato de Serra perde presidência da Câmara

Publicidade

da Folha Online

Horas depois de tomar posse como novo prefeito de São Paulo, o tucano José Serra sofreu sua primeira derrota política na Câmara dos Vereadores de São Paulo.

O candidato de Serra na eleição para a presidência da Casa, o vereador Ricardo Montoro (PSDB), tinha o apoio de PPS, PV, PFL, PSB e PDT, mas perdeu para Roberto Tripoli, que se elegeu pelo chamado "centrão", formado por PP, PMDB, PL, PTB e PC do B. Esse último grupo também teve o apoio do PT.

Tripoli foi eleito vereador pelo PSDB, mas deixou o partido durante a votação. Como a disputa entre o bloco de apoio a Serra e o "centrão" estava empatada em 27 votos --eram necessários 28 votos para eleger o novo comandante da Câmara-- a mudança de lado acabou sendo determinante para a eleição de Tripoli, por 28 votos a 26.

Além do que foi chamado pelos tucanos de "traição", a sessão de hoje da Câmara também foi bastante tumultuada, chegando a haver troca de ofensas e empurrões entre vereadores em duas oportunidades.

Dificuldades à vista

A eleição de Tripoli representa uma derrota para Serra logo em seu primeiro dia de mandato. Após sua eleição, o tucano, que planejava extinguir secretarias e enxugar a máquina pública, acabou cortando apenas uma pasta e indicou seis secretários para acomodar aliados políticos e contentar sua base de apoio.

Agora, sem a presidência da Câmara dos Vereadores, Serra deverá enfrentar maior dificuldade para colocar em pauta matérias de seu interesse e terá que atrair vereadores que não fazem parte de sua base para aprovar projetos.

Leia mais
  • Apesar das promessas, Serra diminuiu apenas uma secretaria
  • Indicações políticas impediram Serra de enxugar máquina
  • Em disputa acirrada, Câmara de SP decide hoje seu presidente

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre José Serra
  • Leia mais no especial Prefeitura de São Paulo

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página