Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
31/03/2005 - 13h49

PF prende doleiro uruguaio acusado de crimes contra sistema financeiro nacional

Publicidade

TATHIANA BARBAR
da Folha Online

A Polícia Federal de São Paulo prendeu na manhã desta quinta-feira o uruguaio com residência permanente no Brasil Najun Azario Flato Turner, 55, condenado e procurado desde o ano passado por crimes contra o sistema financeiro nacional.

O processo contra Turner teve início em 1992, quando Cláudio Vieira, secretário particular do então presidente Fernando Collor de Mello (1990-1992), o apontou como operador financeiro do presidente e intermediário no recebimento e aplicação de milhões de dólares do chamado esquema PC --rede de desvio de dinheiro público comandada pelo empresário Paulo César Farias, morto em 1996.

O uruguaio havia sido absolvido das acusações, mas, em 6 de abril de 2004, o TRF (Tribunal Regional Federal) condenou-o a dez anos de reclusão por crimes contra o sistema financeiro, agravados pela continuidade das ações.

Os agentes de Polícia Federal localizaram o condenado em um apartamento no Itaim Bibi, zona oeste de São Paulo.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre crimes contra o sistema financeiro nacional
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página