Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
17/10/2005 - 17h59

José Borba e Paulo Rocha renunciam aos mandatos

Publicidade

FELIPE RECONDO
da Folha Online, em Brasília

Os deputados José Borba (PMDB-PR) e Paulo Rocha (PT-PA) protocolaram nesta segunda-feira na Mesa Diretora da Câmara os respectivos pedidos de renúncia aos mandatos de deputados.

No pedido de renúncia, Borba afirmou que não existem provas suficiente que possam incriminá-lo e argumentou que "a conjuntura atual" não permitiria sua ampla defesa.

"Dessa maneira, o momento não me concederá a oportunidade de apresentação de plena e ampla defesa, eqüivalendo a dizer que estarei, apesar de inocente, submetido a um tribunal de exceção, onde a subjetividade e o arbítrio prevalecerão sobre as provas."

Com isso, eles evitam o processo de cassação e a suspensão da elegibilidade pelos próximos oito anos. Ainda hoje, o Conselho de Ética da Câmara abrirá processo contra outros deputados.

Os dois deputados são acusados de envolvimento no esquema de financiamento de partidos aliados montado pela ex-direção do PT com o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza. Eles foram citados no relatório preliminar das CPIs dos Correios e do Mensalão.

Leia mais
  • José Borba e Paulo Rocha renunciam aos mandatos

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre José Borba
  • Leia o que já foi publicado sobre Paulo Rocha
  • Leia a cobertura completa sobre a crise em Brasília
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página