Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
06/06/2006 - 09h16

Cassado, Jefferson agora se empenha em eleger sua filha para a Câmara

Publicidade

da Folha de S.Paulo, no Rio

O ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ) foi cassado, mas não abandonou a política. Ele está em campanha para eleger a filha Cristiane Brasil, que é vereadora no Rio de Janeiro, sua sucessora na Câmara dos Deputados.

Cristiane cumpre pelo PTB seu primeiro mandato na Câmara Municipal. A cassação do pai no ano passado a obrigou a antecipar os planos da carreira política. Seu caminho natural, antes de pensar em ir para Brasília, seria a Alerj (Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro).

Dos três filhos de Jefferson, Cristiane é a que decidiu seguir a carreira do pai. Graças a ela, no próximo dia 14, o ex-deputado receberá na Câmara Municipal a medalha Pedro Ernesto, mais alta comenda do Legislativo carioca. No mesmo dia, o ex-deputado completará 54 anos.

A iniciativa de presentear Jefferson com a medalha foi da filha, que já havia tentado homenageá-lo com a Pedro Ernesto no ano passado. No entanto, na ocasião não houve quórum para a votação em plenário da homenagem, o que acabou se dando agora.

Desde que foi cassado na Câmara dos Deputados, em 14 de setembro de 2005, Jefferson vem trabalhando como advogado criminalista em seu escritório no centro do Rio.

Quando está na cidade, o ex-parlamentar costuma comparecer quase todos os dias ao seu escritório, localizado em uma área nobre da região central, perto da sede da ABL (Academia Brasileira de Letras), do Consulado dos Estados Unidos e da secular Igreja de Santa Luzia.

Geralmente é nesse escritório que Jefferson recebe aulas de canto, uma de suas prioridades desde que deixou de ser deputado. Cantar é hoje seu principal hobby. No ano passado, fez até uma apresentação, após uma entrevista ao programa do humorista Jô Soares, na Rede Globo, interpretando canções românticas.

Gravação do CD

A lição de canto, com duração de no mínimo uma hora, costuma ser ministrada todos os dias. Jefferson não autoriza interrupções durante o período da aula.

Neste ano, por causa das atividades ao lado da filha política, o ex-deputado não tem conseguido se dedicar integralmente ao canto. Por esse motivo ainda não conseguiu terminar as gravações do CD que pretende lançar.

Jefferson e Cristiane têm participado de reuniões para articulação política no Rio, nos municípios da região metropolitana e na área serrana fluminense, especialmente em Petrópolis (a 65 km do Rio), que constitui seu principal reduto eleitoral.

O ex-deputado ainda não decidiu a quem apoiará na disputa por uma vaga de deputado estadual na Assembléia Legislativa do Rio.

Especial
  • Enquete: o PMDB deve lançar candidato próprio à Presidência?
  • Leia o que já foi publicado sobre eleições de 2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página