Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
08/06/2006 - 08h14

PSOL, PSTU e PCB acertam "frente de esquerda" em torno de Heloísa Helena

Publicidade

FÁBIO AMATO
da Agência Folha, em São José dos Campos (SP)

Após meses de negociações, PSOL, PSTU e PCB fecharam uma aliança para a disputa das eleições. O acordo garante a formação do que está sendo chamada de "frente de esquerda" em torno da candidatura da senadora Heloísa Helena (PSOL-AL) à Presidência da República.

A aliança entre os três partidos parecia caminhar sem problemas até que em abril o PSOL decidiu, de maneira unilateral, disputar a Presidência com uma "chapa pura", tendo César Benjamin (PSOL-RJ) como vice de Helena.

O PSTU, que reivindicava a vaga de vice, ameaçou desistir da "frente de esquerda" e lançar candidatura própria, mas acabou mantendo o apoio à senadora.

"Nós achamos importante que haja uma alternativa que represente efetivamente os interesses da classe trabalhadora. Uma alternativa única da esquerda socialista é muito importante e foi em função de valorizar esta frente que fizemos o gesto e abrimos mão da vaga de vice [de Heloísa Helena] para viabilizar o acordo", disse o presidente do PSTU, José Maria de Almeida.

Governo estadual

Em troca, o PSTU poderá indicar o candidato da coligação para o governo de Minas Gerais, além de candidatos ao senado por São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Segundo Almeida, a candidata do partido em Minas Gerais deverá ser Vanessa Portugal, que disputou a prefeitura de Belo Horizonte nas últimas eleições municipais. Para o senado em São Paulo, deverá ser indicado Luiz Carlos Prates, secretário do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos.

Os nomes para a disputa do senado no Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro ainda serão definidos.

Já o PCB poderá indicar o vice da coligação para o governo de RS e SP, além de candidatos para o senado por GO e RJ.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre eleições de 2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página