Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/06/2006 - 20h32

Lula quer mudar foco da economia e melhorar gastos em segundo mandato

Publicidade

FELIPE RECONDO
da Folha Online, em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, confirmado neste sábado como candidato do PT à reeleição, pretende mudar, num possível segundo mandato, o foco da atuação da equipe econômica.

O ministro Guido Mantega (Fazenda), que esteve na convenção do PT em Brasília, mas disse que não vai atuar politicamente durante a campanha eleitoral, afirmou que a preocupação central será com o crescimento econômico.

"A ênfase será o crescimento econômico. No primeiro mandato, a preocupação era com o equilíbrio fiscal, como equilíbrio monetário e em manter a inflação sob controle. Hoje já temos a inflação sob controle e não precisamos mais nos descabelar", disse Mantega ao final da convenção.

Apesar disso, a política econômica não sofrerá alterações, de acordo com o ministro. "A política econômica foi bem sucedida no primeiro mandato e vai continuar no segundo. Você só mexe em time que está perdendo", acrescentou.

O presidente, em discurso de 1h30, disse que pretende melhorar a qualidade do gasto público para evitar um possível aumento de tributos para manter equilibradas as contas públicas.

"Dedicarei meu segundo governo, também, para resolver uma questão difícil e delicada: a qualidade do gasto público. Se não fizermos assim, a carga tributária inevitavelmente aumentará. Isso ninguém quer e não é bom para a economia", declarou.

"Por isso, vamos investir mais nas reformas e enfrentar o problema do desperdício e das falhas de controle, em especial na Previdência Social", continuou Lula.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre a convenção do PT
  • Leia o que já foi publicado sobre as eleições 2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página