Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/08/2006 - 13h43

PSDB expulsa deputado acusado de envolvimento em novo esquema

Publicidade

da Folha Online

Por seis a zero, o Conselho de Ética do PSDB decidiu expulsar do partido o deputado Domiciano Cabral, da Paraíba. Ele foi acusado de envolvimento em um novo esquema de desvio de recursos do Orçamento.

Domiciano e o deputado B. Sá (PSB-PI) foram flagrados em escuta telefônica negociando suposta propina com as empreiteiras OAS e Cojuda. B. Sá é acusado de de participar de esquema semelhante ao da máfia dos sanguessugas. O deputado apresentou emenda ao Orçamento da União para a construção de uma barragem no sul do Piauí em troca de R$ 15 mil pagos pelas empreiteiras responsáveis pela obra.

Ontem à noite, o PSDB decidiu instaurar processo de expulsão contra o deputado Paulo Feijó (RJ), acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias.

Outros tucanos citados no depoimento de Luiz Antonio Trevisan Vedoin, acusado de ser o mentor do esquema, terão de apresentar defesa em 48 horas. Esse é o caso dos deputados Helenildo Ribeiro (AL) e Itamar Serpa (RJ).

O PSDB também entendeu que não há provas contra os deputados Eduardo Gomes (TO) e João Almeida (BA).

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre eleições de 2006
  • Enquete: o presidente Lula da Silva deveria ou não participar dos debates entre candidatos?
  • Enquete: quais são as principais qualidades que um candidato deve reunir?
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página