Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/08/2006 - 18h20

CPI diz que depoimentos de assessores complicam deputados

Publicidade

ANDREZA MATAIS
da Folha Online, em Brasília

A CPI dos Sanguessugas ouviu nesta segunda-feira os assessores dos deputados Nilton Capixaba (PTB-RO), Ricardo Rique (PL-PB) e Érico Ribeiro (PP-RS). Segundo o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), os dois últimos se complicaram com os depoimentos dos assessores.

O assessor do deputado Érico Ribeiro confirmou que recebeu R$ 10 mil da Planam como pagamento por uma emenda no valor de R$ 1,2 milhão destinada à compra de ambulâncias. Segundo Gabeira, o assessor disse que entregou o dinheiro para a secretária do deputado.

Gabeira frisou que Ribeiro é um dos homens mais ricos do Congresso, maior produtor de arroz do Brasil, e que a situação dele se complicou com o depoimento do assessor. A mesma avaliação foi feita com relação ao assessor de Ricardo Rique. Ele confirmou que recebeu dinheiro do Planam para o deputado, mas disse que o valor era referente ao pagamento de uma dívida.

Com relação a Capixaba, Gabeira disse que o assessor não ajudou muito, mas salientou que as provas contra o deputado são fartas, o que torna desnecessário qualquer depoimento.

Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a máfia das ambulâncias
  • Leia a cobertura completa sobre a crise em Brasília
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página