Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/08/2006 - 21h54

CPI deve livrar Saraiva Felipe da primeira lista de envolvidos

Publicidade

ANDREZA MATAIS
da Folha Online, em Brasília

O ex-ministro da Saúde Saraiva Felipe deve ser excluído da primeira lista preparada pela CPI dos Sanguessugas, que deve apontar o envolvimento de 73 parlamentares com a máfia das ambulâncias, segundo apurou a Folha Online. A comissão investigou 91 nomes, mas encontrou provas contra 73.

Integrantes da CPI disseram que o empresário Luiz Antonio Vedoin, sócio da Planam, afirmou que Felipe não se relacionou com a "máfia das ambulâncias" como parlamentar. Por isso, ele não entraria na lista de parlamentares cujos nomes devem ser encaminhados para o Conselho de Ética com pedido de abertura de processo de cassação.

Felipe, entretanto, será investigado numa segunda fase. O suposto envolvimento de Felipe com a máfia quando era ministro será investigado pela sub-relatoria criada para apurar a participação de integrantes do governo com o esquema.

A apresentação do relatório está prevista para amanhã. A expectativa é que o relatório preliminar seja votado também amanhã.

O vice-presidente da CPI, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), disse que o relatório dividirá os parlamentares em dois grupos. Do primeiro constam 50 nomes, sobre os quais há "provas expressivas" de participação no esquema. No segundo grupo estão listados outros com provas e indícios graves.

Leia mais
  • Veja lista dos 57 parlamentares investigados pela CPI dos Sanguessugas
  • Veja nova lista de 33 parlamentares suspeitos de integrar a máfia

    Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a máfia das ambulâncias
  • Leia a cobertura completa sobre a crise em Brasília
  • Enquete: os partidos devem expulsar os parlamentares citados na lista da CPI dos Sanguessugas?
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página